Home   Open-Bar   Trollagem   Bolão   Mercado da Bola   Copa do Brasil   Seleção   NFL   Contato  

Posts Tagged ‘Renê Simões’

Bahia 1X1 Botafogo – O Cúmulo da Mística

July 10th, 2011 | 23 Comments | Filed in Bahia, Botafogo, Campeonato Brasileiro 2011

Não aguento… gol do Fahel?

huHAUHuahuHAUHuahuHAUHuahuHAUhauhUHAUhauhUAHuhauHAUHauhUAHuhauHAUHuahuHAUHa uahuHAUHuahuHAUHauhUAUHuauHAUhauhUAHUahUAHUha uHAUHuhauHUAHuhauHAUHauhUAHUah uHAUHauhUAHuahuHAUHuahuAHUhauhAUHuahuAHUhauAUHAUAUHAUhuahUAHUhauAHUhauhau UhauhAUHuahuAHuahuHAUahuAHUahuahuHAUHAUhauAUHuahUHUHAUahuAHauUAHauAHUAHuahua

Ri melhor quem ri por último, não é isso?

Não tem como não rir, bicho. É o CÚMULO da mística: Tem coisas que REALMENTE só acontecem com o Botafogo. Não fosse a comemoração joão babacão eu até riria bem mais… Jogador deveria ser multado pelo clube quando fizesse uma porra dessas. A TV patrocina cada um dos caras que faz essa coisa ridícula? É muito desperdício do momento…

Mas louve-se que #FAILhel, perseguido como sempre foi pela torcida botafoguense, sequer cogitou sacaneá-la. Beleza de atitude.

Sobre o jogo: novo resultado adverso na conta de Caio Junior (pseudônimo de Sirius Black temporariamente suspenso. O bruxo que vira cachorro é fodão demais pra fazer as bobagens que o técnico tem feito…). Nem tanto pelo primeiro tempo, quando o Botafogo foi senhor das ações do jogo e Elkeson fazia o que queria. Aliás, o golaço de falta (obra-prima) foi obra do Fator MaicosuElkeson: o Mago (apagadíssimo) sofreu a falta e Elkeson cobrou com perfeição. Uma pintura. Mas por ter recuado COMPLETAMENTE o time na segunda etapa, o técnico alvinegro DEU o jogo ao Baêa. E olha que o tricolor jogou seriamente desfalcado, hein… O ousado Renê Simões foi infinitamente mais feliz em suas substituições e deu ofensividade ao tricolor baiano com a entrada de Gabriel na esquerda (posteriormente na direita, depois da furada dupla com direito a luxação do Maranhão).

Pavorosos Márcio Azevedo (um cara que erra absolutamente TUDO que tenta e estraga absolutamente TUDO em que se envolve) e Renan (que voltou a ser o Renan que a gente conhece – inseguro caçador de mariposa).

Outros dois pontos jogados no lixo. E Caio Junior ainda comemorou o resultado. Vai entender…

Faltam 56 pontos agora. Mas já tenho certeza de que vou ficar puto da minha vida lá por novembro…

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

René Simões é o cara. Sempre foi

September 16th, 2010 | 37 Comments | Filed in Atlético-GO, Campeonato Brasileiro 2010, Santos

René Simões é uma das figuras do futebol que mais tem coisas a dizer, e que diz.

Não sei dizer se é de fato bom técnico, mas foi um prazer como torcedor o período em que ele dirigiu o Fluminense.

Com uma carreira consolidada inclusive na formação de jovens, René Simões não se furtou em comentar sobre mais uma pirracinha de Neymar.

Não demora muito, Dorival cai (ou será derrubado). O peso do patrimônio falará mais alto.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

O Dia do Dragão

September 12th, 2010 | 7 Comments | Filed in Atlético-GO, Campeonato Brasileiro 2010, Fluminense

Montado em sua nova formação tática com 4 zagueiros efetivamente, sendo Gum na extrema direita, Julio Cesar na esquerda, Leandro Euzébio e André Luis no miolo, o Fluminense ditava o ritmo da partida. Intencionalmente lento na saída de bola, mas ditando. Em casa, o Dragão mostrava-se como um piquinês metido a bravo e estocava o gol tricolor nos contra-ataques.

Com poucos erros dos dois times e com o Fluminense ganhando corpo ofensivo ao longo da partida, o 1º tempo foi uma bela partida de futebol onde Deco insinuou demonstrar que pode ser um belo diferencial no Campeonato.

Enquanto Renight Portaluppi ajudava seus Tricolores no Pacaembú, o Fluminense voltava para o 2º tempo com a expectativa de voltar a abrir um cacetão de pontos para o Corinthians. Mas ao contrário do 1º tempo, esqueceu que era um time com esquema tático e voltou para o abafa, com infantil volúpia ofensiva oitentedoisista mal feita. A bela partida de futebol com um time ditando o jogo do 1º tempo virou uma emocionante pelada no 2º.

Ainda com a velha forma

A volúpia ofensiva tricolor não se transformava em bons chutes a gol (ao contrário do primeiro cadenciado com um gol e duas bolas na trave) e Renê Simões tinha uma carta na manga para ludibriar Muricy: Substituir o estreante Josiel que, claro, perdera um gol à lá Josiel. Ao ficar com um jogador a mais, o bagunçado tricolor foi com mais sede ao pote, jogando novamente como se fosse um time em final de campeonato necessitando desesperadamente de um resultado.

O Dragão de Renê Simões não se fez de rogada e jogou os minutos finais  como um time inteligente segurando o resultado sem se acuar, apesar de jogar em casa e estar habitando a zona de rebaixamento. Prendendo a bola e mantendo distância dos atletas tricolores o Atlético levava tensão aos esbaforidos tricolores que marcavam como bando e assistiram a um envolvente contra-ataque (sendo que a bola estava com os goianienses) e a virada do time da casa fechada com a imagem do recentemente expulso Renê Simões comemorando o final da partida enquanto era escoltado para os vestiários.

Assim foi mais um dos 10 bons jogos da rodada. Bom futebol na 1ª etapa e emoção à flor da pele na 2ª.

****

Mantenho minha posição de antes da partida quanto à escalação dos goleiros do Fluminense:

Se EU sou Muricy, não teria dúvidas:
Ricardo Berna com a 1, e algum goleiro dos juniores com a 12.

Nem cansaria minha beleza. Já ia com o discurso pronto para o questionamento da imprensa:
“- O Fluminense não é palanque de pirracento. Quando virarem rapazinhos voltam a brincar com os coleguinhas.”

Rafael e Fernando Henrique, dois retardados. Não é à toa que são piores que os 3 goleiros dos rivais: Bruno, Fernando Prass e Jefferson.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Celso? Fábio? Fred no Fluminense

March 5th, 2009 | 64 Comments | Filed in Fluminense, Vídeo
Esse é o Fred que o presidente conhece

Esse é o Fred que o presidente conhece

Se o Fluminense atual entrasse para a história, era capaz de um dia Roberto Horcades ser conhecido como uma espécie de D. João VI tricolor.

Ele diz tanta besteira, que chega a parecer fantoche no cargo que ocupa.

O presidente que entrega ingressos para as Organizadas tricolores resolveu chamar o contratado de Celso e Fábio.

Empolgou-se tanto que anunciou que desde a máquina o Flu não tem um jogador campeão mundial (sic). Branco e Romário devem ter engasgado nesta hora.

Bobeia, este presidente contratou Liminar Amaral duas vezes imaginando que ele tenho jogado no Real Madrid de Puskas e Di Stéfano.

O preço de Fred

Idiossincrasias à parte, Fred será uma atração, apesar que, o jogador não joga há não sei quanto tempo, bem ou mal, não brilhou na Europa e não está nas cabeças para o ataque da Seleção Brasileira.

Só que o cara joga bola. Criará um buzz neste 2º turno, mesmo que seja negativo para o Fluminense.

E pelo visto, a Unimed quer cobrar pelo investimento, e Já tem papos que René Simões será trocado por… Renato Gaúcho.

5 anos de contrato

Só se fala nesses tais 5 anos de contrato do Fred. Se fosse o São Paulo, até entenderia da seguinte forma: ou o clube pensa mesmo no seu elenco, como o SPFC faz e ficará com o jogador por mais de uma temporada, ou quando o perdê-lo, receberá uma boa grana.

Porém, como é o Fluminense, imagino que aconteça o seguinte: se Fred brilhar e for para a Seleção, em menos de 1 ano ele está fora do FFC e o clube ainda vai herdar alguma dívida. Caso vá mal, ele fica no FFC até ir para a Arábia e o FFC ficar com alguma dívida.

****

A imagem que ilustra o post é fruto da empolgação de Jota com a contratação.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Duque de Caxias 3×2 Fluminense

February 5th, 2009 | 19 Comments | Filed in Campeonato Carioca 2009, Fluminense

Queria ver o jogo do Fluminense antes do clássico contra o Vasco apenas para me certificar que o momento cruzmaltino era melhor para a partida.

E o primeiro tempo do Fluminense levantava dúvida quanto isso. Liminar Amaral jogava bem e Roger fazia o que tinha de fazer: 2 gols.

Veio o 2º tempo com chuva forte, deixando o campo mais pesado do que já estava.

Por volta de 25 minutos de jogo, René Simões tira o camisa 10 tricolor, Conca, que saiu puto da vida.

Parece que o argentino previa o que vinha pelo jogo. Com Tartá e Leandro Domingues agora no meio campo, nos lugares de Conca e Leandro Bonfim, o Flu ainda deu uma breve atacada, mas começou a ser pressionado pelo Duque de Caxias.

Mas pressão mesmo, sem a bola sair do campo de defesa tricolor e um tal de Anderson (que era do Vasco) chutando bizonhamente as chances do Duque de Caxias para fora.

Aí, com mais de 30, Fernando Henrique aproveita o campo molhado para deslizar em um carrinho que levantou bola, atacante adversário, grama, o diabo. Penalty. Absolutamente desnecessário. Gol do Duque.

Sem o argentino em campo, o Fluminense não saia do seu campo, e depois de algumas chances ainda perdidas, o Duque de Caxias empata a partida.

Nos acréscimos, Deni passou por um sonolento Wellington Monteiro e virou o jogo.

Emocionante a reação e pressão do Duque de Caxias.

Só espero que o time da 2ª Divisao Nacional não se deslumbre com essa partida, afinal, Estadual não é parâmetro [1] [2] [3] [4].

****

Dividirão a conta pela derrota:

  • Fernando Henrique com o penalty que não era para fazer.
  • René Simões – substituiu Conca possivelmente para poupá-lo. O improvável aconteceu.
  • Tartá e Leandro Domingues – não importa se não tiveram culpa. Sem eles estava 2×0 para o Flu. Com eles terminou 3×2 para o Duque de Caxias.

Pelo lado do Duque de Caxias:

  • Muito ruim o tal do Anderson que entrou no 2º tempo.
  • Gostei do jeito de jogar do zagueiro Eduardo Teles.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Quantos neurônios tem Roberto Horcades?

December 17th, 2008 | 57 Comments | Filed in Fluminense
Roberto Horcades fala com a imprensa

Roberto Horcades fala com a imprensa

Não me surpreende que algum dirigente de clube de futebol fale uma batatada dessas. Estarrecedor mesmo é lembrar que o sujeito é médico.

Difícil é dizer com precisão quantos neurônios teria o presidente de um clube que no ano que buscava conquistar o Mundo briga para não cair, se supormos que as Vice-Campeãs Mundiais tenham apenas 2.

Peço ajuda para entender quantos neurônios tem o jenial presidente do Fluminense.

n
Quantos neurônios tem Roberto Horcades?
View Results

Pelo menos Washington parece ter mais de dois neurônios

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Eis que surge Renê Simões

October 2nd, 2008 | 4 Comments | Filed in Campeonato Brasileiro 2008, Fluminense

No Brasil, a única lembrança de alguma coisa que Renê Simões fez, foi ser campeão da Segundona ano passado pelo Coritiba.

Se está pensando no futuro, a diretoria do Fluminense foi até por um bom caminho.

Só que esses 10 jogos que faltam são o suficiente para degolar a cabeça do treinador, que fez história na Jamaica, antes dele poder preparar a equipe para a disputa da Série B de 2009.

Eu ainda preferiria o Capita para este ano. Ia ser pelo menos engraçado. Com Renê Simões a agonia continua até a matemática matar de vez.

Renê Simões é o atual campeão da 2ª Divisão

Renê Simões é o atual campeão da 2ª Divisão

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.