Home   Open-Bar   Trollagem   Bolão   Mercado da Bola   Copa do Brasil   Seleção   NFL   Contato  

Posts Tagged ‘Petkovic’

Despedidas de Ronaldo e Pet: Profissionalismo na veia

June 8th, 2011 | 11 Comments | Filed in Campeonato Brasileiro 2011, Flamengo, Publicidade, Seleção Brasileira

Ronaldo, bebedor de Guaraná Antartica

Dassler Marques em seu blog aproveitou a pauta espontânea em torno das despedidas de Petkovic no Flamengo e Ronaldo na Seleção Brasileira. O gancho do articulista se deu por serem dois ex-jogadores se despedindo em partidas à vera (Dassler justificou dando importância ao amistoso do Brasil) onde certamente tornariam suas equipes menos competitivas.

Há inúmeras outras possibilidades para que Petkovic e Ronaldo recebam suas homenagens. Colocá-los em campo dentro de partidas que têm valor é algo que não combina com futebol profissional. Realizar amistosos para ambos, por exemplo, seria uma maneira mais propícia para os dois adeus. Como está, parece festa na hora do trabalho.

Dassler se engana ao conceituar que a utilização desses ex-jogadores não combinam com o futebol profissional. Pelo contrário, é a faceta cristalina do futebol profissional.

A despedida de Petkovic levou 37.010 rubronegros (ou não) a desembolsarem mais de 1 milhão de reais para ver o gringo se despedir enquanto na terça-feira à noite enquanto o Escrete fazia figuração em campo, Vivo e Itaú apareciam a todo momento na camisa do gordinho no vestiário à espera de meia-horinha que movimentaram os canais de esporte desde à véspera e continuarão a girar a roda certamente pela semana que continua.

A grana que move os profissionais falou alto nos dois casos. Jogar para no máximo de competitividade sempre… é coisa de amadores, no melhor sentido da palavra. Profissionais que abrem concessões.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

A saga para ver o último ato do Pet

June 6th, 2011 | 87 Comments | Filed in Campeonato Brasileiro 2011, Corinthians, Estrutura, Flamengo

O Google Maps indica 2 caminhos para o Engenhão saindo de Niterói. O trajeto pela Linha Amarela é mais próximo e mais rápido que pela 24 de Maio (seguindo a linha do trem). Já fui por ambos caminhos ao estádio e a indicação está correta (pela Linha Amarela é melhor), porém não precisa. Mesmo assim, vou ignorar a ida de carro pelo caminho do trem.

Bateu o desespero

Se ainda sei fazer essas contas a velocidade média pela ferramenta dá 53,4 km/h. Como levamos aproximadamente 50 minutos para chegar, ao invés dos 30 indicados, nossa velocidade média foi pouco mais da metade da sinalizada, uns 32 km/h. Ou seja, para jogos com grande demanda no estádio deve-se sair, apenas devido ao percurso, com 40% de margem do tempo planejado. Ex.: se você planeja sair com 2 horas de antecedência do horário do jogo, saia com 2 horas e 48 minutos.

Ciente do planejamento e da maior dificuldade que ainda viria (entrar no estádio), saímos meio-dia. As 4 horas de antecedência foram suficientes, mas rolou sufoco.

Na(s) fila(s) para a entrada poucos se entendiam e muitos perguntavam. Depois de 1 hora no meio do mar de gente alguns ânimos se exaltaram mas ficou apenas nos gritos de “anda”, “quero ver o jogo” e “o estádio está fechado?”. Realmente parecia, ninguém saia do lugar, mas fui verificar e não estava. O pessoal entrava mas a passos lentos. No dilema, ir lá pra frente para furar a fila ou permanecer no lugar, o bom senso falou mais alto. Atravesse sempre na faixa. Como é de costume, mas vale destacar, a civilidade da torcida que esperava pacientemente, mesmo putaça da vida, sua vez de entrar, ocorreu no setor onde não tinha organizadas.

Enfim dentro do estádio, o time entrou em campo e o jogo começou, mas o estádio só encheu no decorrer do 1º tempo. Pra falar a verdade eu perdi a conta de quanto tempo perdemos na(s) fila(s) e ficou difícil estimar uma margem de segurança. Fica a dica das 4 horas de antecedência para jogos com grande demanda no Engenhão.

Mosaico homenagem ao "Ídolo Eterno"

Meu texto sobre o ídolo contemporâneo rubro-negroestá feito. E para falar do jogo basta dizer que o Pet foi bem (joga muito) e parou pela sabedoria que tem; Wanderley será sempre pereba; a zaga do Flamengo é uma bosta; e o Corinthians foi bem com Danilo, Willian e Jorge Henrique. O jogo foi bom no sentido de bem disputado. O domínio dos fundamentos do futebol você não verá numa partida com Willians em campo.

O Marketing da despedida do Pet foi bom, mas o Flamengo deve resolver logo da pendência do patrocínio master na camisa (Diretoria dando mole). Afinal, alguém tem que pagar o salário do Deivid.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Êxtase – o gol do Pet

May 27th, 2011 | 25 Comments | Filed in Flamengo, Musas, RJ

Que golaço

10 anos passam cada vez mais rápido.

Em 20 de maio de 2001 rumamos para o Maraca eu, Sergingo e uns camaradas para o 1º jogo da final. A decisão de um possível tricampeonato pro Flamengo empolgou a galera. Pet abriu o placar mas o Vasco virou o jogo. O time com a vantagem do empate tinha ampliado-a e poderia até perder por 1 gol de diferença no derradeiro jogo.

Dado o momento, foi compreensível o canto de “é campeão” da torcida vascaína na saída do estádio. O desânimo bateu. Não fomos no 2º jogo. No dia 27 de maio daquele ano assisti na casa de outro amigo com outros camaradas. O conforto do sofá, a cerveja gelada e o churrasco na varanda do 4º andar do “Templo do Léo” falou mais alto.

Rolou a bola, o Flamengo abriu o placar, Julio César fez boas defesas mas o Vasco empatou no final do 1º tempo. A bela jogada do Pet para o gol do Capeta logo no início do 2º tempo reanimou, mas ficou por isso mesmo até a falta marcada aos 42 minutos, quando eu escutei um: “inháááá… não!”. Aos 43′ Pet cobrou e todo mundo sabe a história. Eu quase caí da varanda.

O Pet não é apenas aquele gol (mesmo antes do brasileirão 2009). Conheci vendo uns takes quando jogava no Vitória. Petkovic mostrou ser a definição do camisa 10. Seu providencial golaço em 2001 não iniciou nem terminou nada. Foi apenas um marcoonde você estava quando Pet colocou aquela bola na gaveta do Helton?

O gringo é ídolo eterno do Flamengo porque jogou muita bola.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Flamengo 1×0 Botafogo: Pet, para variar, fez a diferença

July 15th, 2010 | 13 Comments | Filed in Botafogo, Campeonato Brasileiro 2010, Flamengo

  • Victor (sobre a merda da transmissão): Quase passei mal com Flamengo 1×0 Botafogo. Nem por culpa dos times. Mas foi demais sair das 32 câmeras da Copa do Mundo para 1 câmera porcaria correndo atrás da bola (nem sempre alcançando) e tremendo em todas as direções. Torço horroroso que deveria envergonhar o PFC. Parecia a gente filmando no Marieta. Pouquíssima diferença.
  • Victor: Joel Santana deveria comprar uma bola e entregar para Pobson. O cara entrou e conseguiu uma caneta meio que na cagada, então pensou eu vou si consagrar. Baixou a cabeça e foi para as jogadas que dão em nada com o time inteiro solto no lado oposto. Quando viu a cor da bola, foi para perder. Destruiu o time. Do outro lado o velhinho Petkovic, o Forlan sérvio, dava aula de bola e presenteou Vinicius Pacheco. Créu Botafogo, gol de Paulo Sergio que tomou amarelo por tirar a camisa. Boçal.
  • Saulo: Até consigo entender o desempenho abaixo do Jóbson: vai levar algum tempo para recuperar ritmo de jogo. Ficou seis meses sem atuar. Em relação ao Joel, não sei o que ele fez nesta pré-temporada no Botafogo???? Não vi nenhuma mudança tática ou novas jogadas ensaiadas. Insiste em jogar com três zagueiros, dois volantes essencialmente marcadores e apenas o solitário Lúcio Flávio na criação. Mesmo sem o Maicossuel, poderia lançar o Somália no meio do insosso Fael ou Sandro Silva. A covardia falou mais alto. Provavelmente, vai levar pau no brasileiro. Sempre a mesma sina, ganha um torneio de verão(Estadual) e perde no campeonato de verdade(brasileirão). O Flamengo, mesmo esfacelado, parece ter aproveitado melhor esse pré-temporada. Pet fisicamente melhor, ajudou bastante e foi decisivo. Fora a boa participação dos laterais. O meio campo praticamente dominou o setor durante quase todo o tempo. Faltou mesmo um goleador. Esse problema deve ser resolvido quando Val Baiano entrar no time. Fora a opção do Marquinho na criação, terá muito serventia para ajudar o Pet.
  • João Deiró: E sinceramente, o que foi o tal do Cai-Caio? O garoto mergulha em todas!! Acho que por isso que a torcida reclama tanto de arbitragem, os jogadores não ajudam! Diego Maurício não comprometeu, deve se provar a barbada do Cartola que eu esperava, assim como Lomba, com boa atuação. Willians, rei do desarme, fez grande partida. VP22 precisa urgentemente aprender a chutar. E o Pet? É o Pet, oras!
  • Zé Fogão: Não percam tempo comentando o time do Botafogo. Não merece.. Mais uma vez: Jogamos 3 x 5 x 2, sendo que nossos “5″, na meiúca, na zona + importante do jogo, como costuma dizer o Canhota de Ouro, são: Alessandro, Sandro Silva, Leandro Guerreiro, Lúcio Flávio e Marcelo Cordeiro. Pega os “4″ do Flamengo, no seu 4 x 4 x 2: Leonardo Moura ; Willians ; Pet ; Juan. Dá para comparar? Bastou 2 segundos de refinamento do Pet, que na hora do gol estava sendo marcado pelo sempre vibrante Lúcio Pálido, para se comprovar que talento faz a diferença do futebol e que um elenco bom pode ser campeão brasileiro sem precisar de técnico, mesmo com o Andrade. Então não culpemos o Joel. Culpemos o elenco e seu criador: Diretoria.
  • Macedus: O time do Joel achou que fosse faturar a parada com um pé nas costas assobiando uma ópera clássica sobre um skate. O Flamengo está esfacelado, perdeu duzentos e quarenta jogadores, o goleiro foi ta em cana e o técnico é fraquinho. Dêu no dêu … cometeram um erro clássico contra o Flamengo, o de subestimar o time da Gavea em momentos de crise. É Botafogo, quem sabe no segundo turno.
  • Gaburah: O Botafogo, além de tudo já dito, parece ter tropeçado na soberba. Achou que ia traçar fácil um urubu super-debilitado. Não tomou um vareio de bola, mas viu o vovô Pet fazer o suficiente pra lembrar o timinho que o alvinegro é. Sandro Silva pavoroso, Jóbson fominha e um tom acima (não esperava coisa diferente nessa re-estreia tão ansiosa), o Cai-Caio visivelmente fora de sincronia com o Herrera (que me pareceu excessivamente cansado pra quem ficou um mês só treinando). Sonho em ver Somália na direita com Marcelo Cordeiro na esquerda, com Maicossuel e LF criando no meio para o ataque Mercosul. Jobson e Caio são banco, inegavelmente. A retaguarda continua a mesma porcaria de sempre, com Jefferson operando seus milagres. As perspectivas para o Fogão são boas. Só espero que não se confirmem tarde demais.
  • Gaburah (sobre a merda da transmissão): Que depressão Brasileirão depois da Copa do Mundo. Deu medo. A tristeza foi tamanha que acabei indo fazer outras coisas enquanto o jogo rolava. Tomadas em plano aberto, câmera correndo atrás das jogadas, nada de replays dos lances cruciais… que tristeza, cara, que tristeza…
  • Serginho Valente: Desde 2009 o Flamengo depende do Pet, é ele quem faz, e fez, a diferença. É só comparar o time com o cara, e sem o cara. Independente do resto da escalação. Craque. Tem jogador que só consegue render seu “máximo” dopado. Temos que esperar pra ver qual é a do Jóbson.
  • Joel Santana:De uma maneira geral, jogamos mal e as mudanças não surtiram efeito. Criamos chances apenas em lampejos, não obrigamos o adversário a errar. Depois do gol deles, erramos até fundamentos. Foi uma atuação abaixo da crítica. Não era nosso dia, se jogássemos a noite toda não sairia nada. Esperava bem mais, pelo trabalho realizado.
  • Rogério Lourenço: Nada contra as pessoas ou aos ótimos profissionais que estavam aqui. Mas eu via o Pet um pouco abatido. Eu estava conversando com o Toninho sobre ele… O Pet participou de todos os treinos da intertemporada em Itu. Mesmo tendo 38 anos ele continua tendo a dinâmica de jogo dele, apesar de a velocidade não ser a mesma… Então para nós não é surpresa ele ter jogado bem quase os 90 minutos. Essa motivação mudou de um tempo para cá e ficamos felizes por isso. Ele tem um talento espetacular e é bom ver o Pet motivado novamente.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

PETKOVIC 1×1 Grêmio

May 29th, 2010 | 62 Comments | Filed in Campeonato Brasileiro 2010, Flamengo, Grêmio

Antes do jogo começar, nas entrevistas, o gringo já se mostrava animado. Renovação de contrato, status reconhecido no clube, enfim, coisas que já deveriam ter sido resolvidas, ou que nem deveriam ter existido, ficaram para trás.

Com a bola rolando, Pet teve fôlego para jogar aproximadamente 20 minutos no primeiro, e 5 minutos no segundo tempo. E como jogou,  neste curto período demonstrou a abissal  diferença entre o Flamengo campeão do ano passado e esta coisa que tem sido este ano. Ele é, e faz, toda a diferença. Obrigado ao sérvio pelo espetáculo, curto mas excelente.

Já sem seu  craque nos outros 65 minutos, cansado ou substituído, o Flamengo voltou normalmente para mediocridade reinante. O time do Grêmio, bem armado, não saiu por pouco do Rio com a vitória, mesmo sem seus dois principais jogadores, Douglas e Borges. O lateral Edílson, chamou a atenção, bom jogador.

No Flamengo chamaram a atenção Vinicius Pacheco e Léo Moura, que precisam de um curso com Ernani do Vasco, para aprenderem a cavar pênaltis em jogos no Brasileirão, que é um pouco mais difícil que nos estaduais.

A camisa 10 tem destino certo.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Verón assistirá Andrézinho da África do Sul

May 20th, 2010 | 48 Comments | Filed in Flamengo, Internacional, Libertadores 2010

O gol rubronegro ao fim do 1º tempo surgiu em lance absolutamente cagado, Adriano colocou de bicicleta a bola na cabeça do abnegado Vagner Love, único jogador acima da linha de decência em campo no 1º tempo, já que o Flamengo não fazia bom jogo, com um gordo Imperador tomado por síndrome de Sócrates dando passes de calcanhar longe da área adversária, e o Universidad do Chile parecia confiar que o marasmo levaria um 0x0 até o fim.

O 2º tempo voltou com futebol na camisa 7 rubronegra com Petkovic inspirado e a fim de jogo, mesmo que exista quem ache que não há condições do ídolo atuar neste time. Entretanto qualquer bônus advindo da inspiração de Pet era compensado negativamente ao Flamengo pela marra de Juan que só precisava abaixar-se e arrumar o meião na marcação do talentoso Montillo.

Na base do vamu-que-vamu e com Adriano que descansara no 1º tempo o Flamengo foi para o ataque na base do chuveirinho (aliás, por que diabos o Flamengo não adotou essa estratégia desde o início do ano?) e conseguiu marcar mais um gol. Em cotovelada não-intencional, mas que consagrou a transmissão de Lédio Carmona, Willians levou segundo cartão amarelo aferrecendo a esperança flamenguista de achar o 3º gol.

Highlights da eliminação rubropreta:

  • Lédio Carmona durante a transmissão no SporTV: Para tirar o Toró, seria melhor tirar o Willians que já tem amarelo.
  • Zarga: Tem horas que a derrota orgulha mais que muitas vitórias. Obrigado pela atitude de hoje, Flamengo. Parabéns, La U.
  • Júlio Cesar Bastos: Parafraseando o Gato Mestre: “Esse time do Flamengo me irrita!”
  • Serginho Valente: E que golaço…Montilla deveria jogar no Santos.
  • André Bona: Ainda nao foi dessa vez que grande parte da urubuzada teve o prazer de ver seu time vencendo uma libertadores…
  • Júlio Cesar Bastos: Eu já vi!
  • Douglas, Bicuda FC: O Universo Paralelo do Twitter

O melhor jogador atuando nas Américas está fora da Libertadores. Sai deixando de brinde um senhor lançamento aos 19′ de jogo que caso González não marcasse o gol, mereceria ser preso pelo vira-lata que rondava o campo sem direito a fiança.

Inter vai à semi com Alecsandro no ataque

De tão bonito o lançamento de Verón, a Divina Providência arrumou uma forma do gol valer por dois e fez com que no minuto seguinte Pérez acertasse o ângulo de Abbondanzieri.

Abbondanzieri, injustiçado por Desábato, uma vez que durante toda a partida tentou entregar a classificação para que o Estudiantes seguisse seu sólido caminho rumo ao bicampeonato da Santander. Pato não conseguiu e tal primazia ficou para o hincha Esteban Crustille, que empolgado com a vitória sobre os brazucas boludos de la mierda soltou rojões esfumaçando a meta de Orión quando Andrézinho encontrou o veloz Giuliano adentrando a área como uma flecha para eliminar a Argentina desta bagaça.

A Libertadores segue com o decisivo camisa 17 do Internacional enquanto Verón se concentra na Copa do Mundo e na última página do álbum de Gaburah.

Highlights da classificação colorada:

Qual será a final da Libertadores 2010?
View Results

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Flamengo Campeão Brasileiro 2009

December 6th, 2009 | 207 Comments | Filed in Campeonato Brasileiro 2009, Flamengo
Violino Segundo?

Violino Segundo?

Um título incontestável. O Flamengo mostra ano após ano que prepara-se para essa forma de dsiputa mantendo sua base e fazendo contratações para agregar valor, e não necessariamente ser a salvação da lavoura.

Tanto que o título foi conquistado com jogadores consagrados fora da equipe por um bom tempo, tendo como caso mais emblemático 0 Campeão do Mundo (pentacampeão porque? Ele ganhou só uma vez) Kleberson.

Uma pena que a fórmula do campeonato tire o foco de uma equipe, e de certo o time campeão brasileiro não foi acompanhado por todos em seu auge.

Mas ainda assim, podemos contar com alguns números para traduzir a grandeza da vitoriosa campanha rubronegra, como fez Rica Perrone em seu blog.

De qualquer forma, é um alento saber que nesse título, nomes ficarão marcados, ao contrário das conquistas de REFFIS dos anos anteriores. Nomes como o de Adriano Imperador, acima da média dos atacantes e competente em fazer gols e colocar o time para jogar no ataque.

Willians, brilhante apenas para os que viram com atenção os jogos do Flamengo.

E especialmente, um camisa 10 que joga bola, Petkovick.

Petkovick ergue a taça

Petkovick ergue a Taça

****

Obs1: Com toda a razão e motivos previamente justificados, os rubronegros do Blá blá Gol estão dispensados de postar hoje. A semana que se segue é, entretanto, de vocês.

Obs2: Aos comentaristas, evitem desviar o foco do título do Mengão com a infrutífera discussão sobre Hexa ou Penta. Atenham-se ao incontestável: Flamengo Campeão Brasileiro de 2009.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Cadê o CT da soneca?

November 15th, 2009 | 46 Comments | Filed in Atlético-PR, Campeonato Brasileiro 2009, Flamengo, Fluminense, Náutico
Melhor que Pet

Melhor que Pet

Reffis, CT, Estádio e soneca depois do almoço.

É um disparate um time não ter nada disso. Pelo menos até o meio do campeonato.

Porque vitórias e bom futebol viraram coisas comuns para Flamengo e Fluminense no fim da temporada.

O Flamengo segue na briga pelo título e o Fluminense em luta mais inglória atropelando para fugir do rebaixamento. Concomitantemente, o Tricolor vem tirando de letra a competição continental paralela que vem disputando.

Teriam plantado árvores nos campos de treinos da dupla Fla-Flu e seus jogadores desfrutam da merecida soneca privilegiada destinada apenas aos “estruturados”, ajudados agora com a sombra dos indivíduos arbóreos?

Os chatos que tudo explicam já devem ter na manga o trunfo do sucesso rubronegro se acontecer. Não há dúvidas que sobrará para o baixo percentual de gordura de Petkovic e sim, porque não, a um bem sucedido trabalho psicológico com Adriano.

Futebol? Isto é só complemento. O que vale é a soneca.

Náutico 0x2 FlamengoNos Aflitos, sem maiores dramas, o Flamengo derrotou o Náutico. Curiosamente, Pet não foi bem mas marcou um gol. O destaque da partida foi seu colega de talento, Adriano.

Zé Boteco está fininho. Tudo bem que deu o passe para o 2º gol, mas entrou para a disputa do Troféu Josiel com um gol perdido incrível.

Antes desta partida, já estavam esgotados os ingressos para Flamengo x Goiás domingo que vem no Maracanã. Naturalmente que a torcida não está pensando em vaga na Libertadores. É pouco, muito pouco. Por isso, lamento a entrevista defensiva de Bruno ao fim do jogo não colocando o Flamengo como um furacão rumo ao título. Era melhor que entrevistassem Marcio Braga.

Fluminense 2x1 Atlético-PR

O Maracanã viu um primeiro tempo truncado onde o Atlético-PR de Antônio Lopes deu campo para que Diogo nada fizesse. Mas Conca quebrou o protocolo e junto com Maicon bagunçou o esquema defensivo do Furacão. Dois gols com jogada da dulpa (um deles foi de Fred, porque tradições devem ser cumpridas). O narrador alienígena Milton Leite saiu extasiado com Maicon e Digão.

Ao contrário de Bruno, o tricolor Maicon tem se destacado nas entrevistas pós-jogos com autenticidade e descontração. Está certo que o momento ajuda, mas são os tipos de entrevistas que valem à pena ouvir. Sem pieguismo e enchendo a bola para suas principais qualidades, e escancarando o segredo do sucesso de Maicon Bolt: É fácil jogar com Conca. Até nisso, o ex-assessor de imprensa tricolor não vem fazendo falta.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

DePEnTência? Barueri 2 x 0 Flamengo

October 29th, 2009 | 31 Comments | Filed in Barueri, Campeonato Brasileiro 2009, Flamengo

Petkovic faz falta a qualquer um

O primeiro gol foi ilegal. Mas em algum momento o Flamengo deu mostras de que poderia não perder o jogo? O time entrou em campo acéfalo, e não adianta dizerem que é preciso aprender a jogar sem o Petkovic (que faz falta a qualquer um), faltando seis jogos pro final do campeonato. Não era nada de mais antes, não será alguma coisa diferente agora.

Iria comentar sobre o Juan, relembrar o que eu penso sobre ele, mas quem é Juan? Sinceramente, tem que ter muita paciência. Aliás, ele e Léo Moura continuam muito mal, será que a boa fase ainda volta?

O Andrade, coitado, tal qual Dorival Júnior, ao mexer no time acabou de vez com qualquer chance do Flamengo arrancar um pontinho que seria importante.

Vai muito mal o futebol brasileiro, a ‘mala branca‘ se não é ilegal, é a porta de entrada pra coisas bem piores. Antes se fazia discretamente, agora fazem com até um certo orgulho. Uma vergonha.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Pet, 2 atos

October 23rd, 2009 | 49 Comments | Filed in Campeonato Brasileiro 2009, Flamengo, Musas, Palmeiras
A torcida faz bonita festa

A torcida faz bonita festa

Foram 2 jogos que assisti do Flamengo contra 2 equipes do G4, um in-loco e outro no meu desconfortável sofá. Vitórias convincentes contra São Paulo e Palmeiras. Em ambas show do gringo Pet.

Sabia de sua qualidade técnica, mas quando voltou ao Flamengo fui contra. Pela forma como se deu, pela idade e pelas suas recentes “passagens” por Santos e Atlético-MG.

Fato é que hoje, no campo, Pet que dita o ritmo das jogadas de ataque do time. Já fora dele…

Renda, público, borderôs.

Outro detalhe que chamou a atenção nesses 2 confrontos foram esses números. Público no Maracanã de 57 mil contra 27 mil no Palestra e rendas brutas de R$ 1,1 milhão e R$ 1,2 milhão respectivamente.

Foi noticiado que esses 27 mil presentes foi recorde esse ano no Palestra. Mas vendo pelos borderôs disponíveis no site da CBF percebe-se que é comum a arrecadação palmeirense girar em torno de R$ 1 milhão.

A diferença relevante nem fica por conta da excessiva gratuidade no Maracanã (15% nesse Fla x SPFC), mas pelo preço do ingresso mesmo. Enquanto a arquibancada no Palestra foi R$ 40, os setores verde-amarelo no Maracanã (onde está a maioria) saiu por R$ 20. Paulista tem mais bala na agulha ou o carioca tem que rever sua política de preços?

Pensamento brasílis-esportivo para o fim de semana

Já que em 2014 tem Copa e 2016 Olimpíada, por que não enforca logo 2015?

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.