Home   Open-Bar   Trollagem   Bolão   Mercado da Bola   Copa do Brasil   Seleção   NFL   Contato  

Posts Tagged ‘Luis Alberto’

Botafogo ganhou essa bagaça

May 17th, 2010 | 23 Comments | Filed in Botafogo, Campeonato Brasileiro 2010, São Paulo

Foi muito bom ver Joel percebendo na hora certa (coisa que mais gente já tinha percebido um pouco antes, de maneira tímida) que o Botafogo podia ganhar aquela bagaça. Bastou só um pouquinho de ousadia (pelo menos o tanto que Joel se permite) e o resultado veio.

Homenagem à Garrincha

Como o enlamaçado Sauleta colocou, a janela de transferências redefine o campeonato. Qualquer previsão antes dela é precipitada. Mas uma coisa já arrisco sem medo: o Botafogo investe pesado num meio/ataque fulminante (Jobson, Magossuel, Herrera, Caio, Loco Abreu), mas vai dar com os burros n’água se a defesa continuar a mãe que é. Aliás, não é mãe não, porque mãe não é ruim. Ou quando é, não o faz de propósito – o que por si só já recoloca a defesa na categoria ‘mãe’.

Mas o que importa é que é pavorosa mesmo. Antônio Carlos é péssimo, precisou fazer dois gols pra valer um. Mas obrigado, zagueiro. Fábio Ferreira não é péssimo, mas é melhor que o companheiro. Os reservas simplesmente não existem.

SE André Luís (o Mr. Showman, aquele que é mestre em subverter a ordem – expulsa juiz, dá porrada na polícia, se escala no lugar do técnico) vier mesmo, vai ajudar pra caramba mas não vai resolver. Até porque é um jogo em campo e dois fora cumprindo suspensão.

Luis Alberto continua um nome interessante para o Botafogo. Do lado do André Luis ele joga. Ou joga ou apanha.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Luiz Alberto no Boca Juniors

February 5th, 2010 | 11 Comments | Filed in Fluminense

¿Hablas Español?

Com a pujança econômica brasileira em relação a seus vizinhos, está cada vez mais complicado para esses fecharem-se ao mercado brasileiro, o que provavelmente motivou ao Boca Juniors em contratar um assessor de imprensa que dominasse a língua portuguesa. De lambuja, levou um zagueiro.

Brincadeiras à parte, Luiz Alberto ficou dando sopa depois que o Fluminense o afastou junto com uma penca de enconstados e partiu para cumprir sua obrigação no Brasileirão.

Na virada 2009/2010, o Tricolor no auge de seu arcadismo levou o inutilia truncat ao pé da letra e tratou de negociar a saída de jogadores enconstados. Seja pela via de acordo, seja pela recisória.

Na barca tricolor embarcaram Urrutia, Branco, Ruy Cabeção, Edcarlos, João Paulo, Paulo Cesar, Wellington Monteiro, Roni, o Assessor de Imprensa e Tartá.

As notícias foram saindo homeopaticamente, conforme íamos acompanhando, e sendo bem digeridas pela crítica tricolor, que exultante com o arcadismo, aplaudia a queda de tudo o que representasse o velho Fluminense como se o clube assim expiasse seus pecados.

A caça as bruxas encontrou em Luiz Alberto a gasolina necessária para fazer o circo pegar fogo simbolizando o fim de qualquer ranço de panelinha do time fracassado pós-Libertadores 2008. Tal imagem negativa colou tanto na exposta figura de Luiz Alberto que esta avaliação respingou em sua capacidade como zagueiro o que ao menos dois malucos alertavam não se tratar imprestável:

Para ser sincero, apesar de ter achado correto que Luiz Alberto fosse afastado no fim da temporada passada, eu não acho que ele seja um jogador tão ruim como faz parecer. Não sei questões de ambiente, mas fica a dica que é um zagueiro de mediano para bom dando sopa no mercado agora. (Eu)

LUIZ ALBERTO: o Botafogo precisa de você!! (Gaburah)

Com uma nova zaga e sem ver utilidade com o ex-capitão, possivelmente imaginando ser uma figura que atrapalharia o novo Fluminense, a direção tricolor optou por terminar o contrato. Como Luiz Alberto não quis, decidiu-se pela recisão unilateral, o que teoricamente reduz consideravelmente o gasto com o jogador. Decisão ao meu ver correta, e que na época não foi contestada pela crítica tricolor.

Mas eis que agora, com a contratação do Boca Juniors, tricolores subiram nas tamancas e danaram a atirar sua diretoria aos leões bradando incompetência.

Ora bolas, o contrato de Luis Alberto não foi rescindido ontem, nem mesmo ele fora afastado do grupo anteontem. Como hoje avalia-se como errada a decisão da diretoria tricolor?

O Boca, sabe-se lá por que cargas d’água (vai ver lêem o Blá blá Gol) resolveu contratar Luis Alberto. Mas vai que ninguém leva o zagueiro, teria sido errada a rescisão do mesmo?

Se alguém contratou Luiz Alberto sem custos, paciência. O Fluminense fez o que tinha de ser feito, e não ficar esperando proposta para os jogadores encostados e avaliados como atletas sem mercado. Se algum deles conseguiu uma boa colocação, não é problema do Fluminense, até porque, ninguém garante que com vínculo com clube, o zagueiro correria atrás de outro time para bater uma bolinha.

LEIA TAMBÉM:

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Cadê o CT da soneca?

November 15th, 2009 | 46 Comments | Filed in Atlético-PR, Campeonato Brasileiro 2009, Flamengo, Fluminense, Náutico
Melhor que Pet

Melhor que Pet

Reffis, CT, Estádio e soneca depois do almoço.

É um disparate um time não ter nada disso. Pelo menos até o meio do campeonato.

Porque vitórias e bom futebol viraram coisas comuns para Flamengo e Fluminense no fim da temporada.

O Flamengo segue na briga pelo título e o Fluminense em luta mais inglória atropelando para fugir do rebaixamento. Concomitantemente, o Tricolor vem tirando de letra a competição continental paralela que vem disputando.

Teriam plantado árvores nos campos de treinos da dupla Fla-Flu e seus jogadores desfrutam da merecida soneca privilegiada destinada apenas aos “estruturados”, ajudados agora com a sombra dos indivíduos arbóreos?

Os chatos que tudo explicam já devem ter na manga o trunfo do sucesso rubronegro se acontecer. Não há dúvidas que sobrará para o baixo percentual de gordura de Petkovic e sim, porque não, a um bem sucedido trabalho psicológico com Adriano.

Futebol? Isto é só complemento. O que vale é a soneca.

Náutico 0x2 FlamengoNos Aflitos, sem maiores dramas, o Flamengo derrotou o Náutico. Curiosamente, Pet não foi bem mas marcou um gol. O destaque da partida foi seu colega de talento, Adriano.

Zé Boteco está fininho. Tudo bem que deu o passe para o 2º gol, mas entrou para a disputa do Troféu Josiel com um gol perdido incrível.

Antes desta partida, já estavam esgotados os ingressos para Flamengo x Goiás domingo que vem no Maracanã. Naturalmente que a torcida não está pensando em vaga na Libertadores. É pouco, muito pouco. Por isso, lamento a entrevista defensiva de Bruno ao fim do jogo não colocando o Flamengo como um furacão rumo ao título. Era melhor que entrevistassem Marcio Braga.

Fluminense 2x1 Atlético-PR

O Maracanã viu um primeiro tempo truncado onde o Atlético-PR de Antônio Lopes deu campo para que Diogo nada fizesse. Mas Conca quebrou o protocolo e junto com Maicon bagunçou o esquema defensivo do Furacão. Dois gols com jogada da dulpa (um deles foi de Fred, porque tradições devem ser cumpridas). O narrador alienígena Milton Leite saiu extasiado com Maicon e Digão.

Ao contrário de Bruno, o tricolor Maicon tem se destacado nas entrevistas pós-jogos com autenticidade e descontração. Está certo que o momento ajuda, mas são os tipos de entrevistas que valem à pena ouvir. Sem pieguismo e enchendo a bola para suas principais qualidades, e escancarando o segredo do sucesso de Maicon Bolt: É fácil jogar com Conca. Até nisso, o ex-assessor de imprensa tricolor não vem fazendo falta.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.