Home   Open-Bar   Trollagem   Bolão   Mercado da Bola   Copa do Brasil   Seleção   NFL   Contato  

Posts Tagged ‘GP do Canadá 2008’

Já estava madurinha!!!

June 10th, 2008 | 6 Comments | Filed in Fórmula-1

A primeira vez a gente nunca esquece.

Hino inédito na Fórmula 1. O Grande Prêmio do Canadá marcou a primeira vitória de um polonês na categoria. Robert Kubica deu à BMW-Sauber o primeiro triunfo do time também. Para completar a festa tedesca, Nick Heidfeld completou a dobradinha histórica. Mesmo não tendo ainda equipamento para lutar diretamente com Ferrari e McLaren, a regularidade dos seus pilotos, com destaque para Kubica – que não à toa é o novo líder do campeonato – já credenciava a equipe a vencer, em certas circunstâncias. E o que aconteceu foi o seguinte:

Digno de Indy

Lewis Hamilton, após demonstrar incontestável talento nas ruas de Mônaco, arruinou sua própria corrida, levando consigo Kimi Räikkönen. A causa, o famigerado e já criticado sinal vermelho na saída dos pits, onde Kimi estava parado. Hamilton não viu, arrebentou a traseira do finlandês e mostrou que seu talento para vencer corridas é tão aflorado quanto sua capacidade de protagonizar bizarrices. Pela patuscada, o inglês vai perder, juntamente com Nico Rosberg, dez posições no grid da França, daqui a duas semanas. E quem poderia sair ganhando com isso???

Massa espetáculo

Em um único lance, dois candidatos ao título ficaram no zero. Cabia então a Felipe Massa fazer sua parte para poder sair até na liderança do campeonato. Mais uma vez, a Ferrari complicou a vida do brasileiro. Além do desempenho pífio na disputa pela pole position no sábado, uma falha na bomba de combustível no primeiro pit obrigou Massa a uma parada a mais, tirando a chance de vitória. Tudo bem, porque no meio do pelotão, ele partiu para cima dos adversários e culminou o seu show com uma ultrapassagem sobre Barrichello e Kovalainen, no grampo (mal) recapeado e que soltava asfalto a cada passagem, passando inclusive com duas rodas na grama. Ele ainda duelou com as Toyota, superando Jarno Trulli nas voltas finais, acabando na quinta colocação. Meno male, é vice no mundial, empatado com Hamilton.

Barrichello, bambino…

A boa participação de Rubens começou no sábado, levando seu Hondinha atá o Q3, acabando em nono, mas lotado de gasolina. E a tática de parar uma só vez proporcionou que o piloto guiasse várias voltas na liderança na primeira metade da prova. Ele esteve o tempo todo entre os pontos e estava em quarto, quando já com o equipamento em frangalhos, cometeu um erro e caiu para sexto. Terminou em sétimo, mas segurando o assédio de um voraz Vettel (oitavo) e do atrapalhado Kovalainen (nono) muito bravamente.

Veteranos em alta!!!!

David Coulthard, o último bon vivant da F1, pela primeira vez no ano teve uma boa atuação, e foi ele quem completou o pódio!!! Depois de tantos anos passados dos seus melhores dias, os caras ainda encontram a motivação para ver que aquele champagne ainda tem o mesmo gosto de quando eles freqüentavam a cerimõnia da premiação.

O destaque negativo (mais um)

Nelson Piquet Jr. Durante a semana recebeu o apoio de ninguém menos que Fernando Alonso. Mas na pista, está enfrentando muitas dificuldades. Mal foi à Q2, classificando-se em décimo-quinto. Na corrida, ia bem, estando atrás do companheiro de time, quando cometeu (mais um) erro, sozinho. Parou voltas depois. A batata segue assando…

Dia 22, a derradeira corrida em Magny-Cours, na França. Au revoir!!!

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.