Home   Open-Bar   Trollagem   Bolão   Mercado da Bola   Copa do Brasil   Seleção   NFL   Contato  

Posts Tagged ‘Goiás 0x3 Fluminense’

Palhaços no ataque

August 26th, 2010 | 33 Comments | Filed in Botafogo, Campeonato Brasileiro 2010, Ceará, Corinthians, Cruzeiro, Fluminense, Goiás, São Paulo, Vasco

Toloi contra o resto

Por Victor

No Picadeiro Serra Dourada o papel dos palhaços é bem exercido por Everton Santos e especialmente Rafael Moura. O He-Man não satisfeito em fazer palhaçadas com a bola rolando, ataca no microfone:

O refletor me atrapalhou

Junior ensinou Felipe e PC Gusmão a limitar Mariano, e Rafael Tolói sempre um segundo à frente de Emerson com plus de salvar gol certo de Gum não conseguiram todavia fazer com que os palhaços esmeraldinos empurrassem a bola para dentro do gol tricolor. Bernardo ainda tentou ser arco e flecha marcando um gol em posição de impedimento (assim como Emerson na única vez que se livrou de Tolói).

Como partidas de futebol costumam ter 90 minutos e não 45, Conca voltou do intervalo mais desgarrado de Wellington Monteiro e Mariano largou Junior cruzando bolas para os palhaços nada fazerem. Com suas estrelas, o Fluminense tocou a bola de primeira e marcou com Washington na sua especialidade: escorando a bola em toque único um passe de Deco.

Leão acreditou que trocando Bernardo por Pedrão, 3 atacantes poderiam resultar em 1. Como os marcadores do Goiás perderam qualquer crédito nestes atacantes, o 2º gol saiu em contra-ataque digno de pelada com 5 tricolores contra 3 esmeraldinos para Emerson marcar antes de ser amarelado e ficar de fora contra o São Paulo. Emerson, ao contrário de Fred, não tem substituto no plantel tricolor. Trabalhe Muricy.

Fernando Bob que contra Atlético-PR e Grêmio deu inesperada clarividência ao meio-campo carioca nada fazia em campo até que por ironia presenteou o substituto de Emerson, Marquinho, encerrar a conta com o 3º gol.

Por Gaburah

Ah! Eu tô maluco (ou sim)

No Engenhão, a diretoria botafoguense com a sapiência de um administrador de restaurante de comida à quilo no Centro da cidade entendeu que o horário inadequado não comportava preço de sábado à tarde. Conseguiram levar 16460 pagantes para ver um jogo difícil como esperado.

Mário Sérgio, o revolucionário que chegou afastando 12 no Vozão,  é o tipo do técnico que acredita no perdendo de um, perdendo de cinco. Após o gol do Botafogo acertou o time,  que passou a dar calor no alvinegro.

Com mais três pontos suados, a felicidade de ver um time 200% concentrado no jogo é estampada nos rostos botafoguenses. Herrera e Jobson estão afinadíssimos subindo de produção a cada partida – mesmo que  ainda caiba o Loco nesse ataque…

O grande desafio do Glorioso ocorre sábado, contra o Inter em pleno Beira-Rio. É jogo pro Botafogo ganhar MUITA moral caso vença. Joel está motivado:

Não pode ser diferente. Você indo à casa do adversário se defender está chamando a derrota. Não vou poder contar com alguns jogadores em função de contratos, mas vamos tentar facilitar as coisas. Eles  voltaram a jogar com os principais jogadores depois do título da Libertadores, vão estar com a casa cheia, e este é o tipo de jogo que me agrada. Vamos para lá tentar representar bem nosso clube e a nossa torcida.

Por Victor

No início dos anos 2000 o São Paulo ao contratar Ricardinho foi alcunhado de Real Madrid do Brasil com seu time de Galáticos. Agora, é comparado ao Milan por Zezé Perrela. No clássico contra o Vasco a equipe mostrou equiparação com o Milan pela decadência do time.

Como o Vasco não se deu o trabalho de atacar, a má-fase são-paulina ficou evidente no Morumbi. Fosse outro momento, a defesa do Vasco sairia exaltada, mas neste, o São Paulo sai menor.

Marcelinho Paraíba não tinha mesmo lugar nesta equipe?

O São Paulo é um clube Independente e Dagoberto nada fez

Por Matheus

Professor agora adversário

O Cruzeiro ganhou do Corinthians com uma retranca de fazer inveja ao professor Adilson Baptista.

Com um gol do argentino Montillo (tremei, Nação) e um pênalti defendido por Fábio (4º de 5 batidos na temporada), o Cruzeiro conquistou 3 pontos e alcançou o G6. O time vem se especializando em se classificar pra Libertadores na bacia das almas e busca sua 4ª participação seguida.

O problema é que parece que o time ainda não acredita que dá pra ser campeão. Ao ver o Flu jogando tão bem e vencendo, Cuca deve estar até orgulhoso por ter iniciado o trabalho de recuperação, mas, profissional que é, vai tentar buscar de todas as formas. Nem que seja num 10-1 com Wellington Parede à frente e só.

Montillo, novamente, jogou muito. Parece ser um novo Conca. Chega sem muita pompa e destrói. Fica a dúvida quanto aos outros dois argentinos: Farías e Prediger.

O professor AB vê a liderança mais ao longe. E parte da imprensa mineira deve estar se fartando hoje.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.