Home   Open-Bar   Trollagem   Bolão   Mercado da Bola   Copa do Brasil   Seleção   NFL   Contato  

Posts Tagged ‘Futebol Feminino’

Arranjem uma gata para o futebol feminino

October 2nd, 2009 | 25 Comments | Filed in Futebol Feminino
Hope Solo

Norte-Americanos sabem promover seus eventos

Sábado inicia-se a Libertadores de futebol feminino para o Santos, e o Blá blá Gol discutiu o assunto abordando não a questão técnica, mas a abrangente questão comercial e cultural à respeito da implantação deste como sucesso de público no País.

O prognóstico do site não é dos mais animadores pensando na forma como o futebol feminino está sendo (ou querendo ser) implantado no Brasil.

Serginho Valente:

As mulheres que são muito boas podem sempre contar com meu apoio.

Agora falando sério, jogo de futebol feminino é ruim. Não tem a menor graça, e interessa a pouquíssima gente no mundo.

O que o Santos está fazendo é até louvável, desde que tenha havido algum estudo sobre o retorno que este investimento vai dar, caso contrário é só desperdício de dinheiro.

Falamos em profissionalismo toda hora, aí quando fazem algo politicamente correto, pra agradar uma pequena minoria, mesmo que isso gere prejuízo, ficamos nos derretendo em elogios.

Quando o Saulo fala que “apenas falta interesse da CBF em organizar um campeonato nacional”, eu tenho que discordar. Falta interesse do público em ver uma porcaria dessas e, por conseqüência, interesse da televisão em transmitir.

E mais, quantos times de futebol feminino, com uma qualidade acima do medíocre, poderiam ser formados no Brasil, para disputarem um campeonato interessante?

Sendo bastante franco, o que as meninas mostram dentro de campo, é muito pouco pra ser economicamente viável no Brasil.

Sugiro que vão jogar vôlei ou, se forem feias, basquete.

Victor Pimentel:

Futebol, se você parar para pensar é um jogo ruim. Sei lá porque a gente gosta dessa merda.
A maioria dos jogos tem um ou dois momentos de animação e depois é uma chatice só (que para piorar não me deixam beber cerveja no Maracanã nessas horas). Parece xadrez.
Eu me amarrei na final das Olimpíadas entre Brasil e EUA mas teria paciência ZERO para acompanhar qualquer outro jogo de futebol feminino.Mas isso talvez se deva a minha cultura de não acompanhar mesmo. Da mesma forma que digo aqui inúmeras vezes que tenho paciência 0,8 (comecei a tentar ver porque ando muito puto com o futebol do Brasil sem cerveja) para acompanhar campeonato europeu (exceção feita à Seleções).

De qualquer forma, isso não retira o fato que se não há a cultura implantada, significa que será uma merda para que se estabeleça. Ainda mais que Marta, Cristiane e cia ficarão por aqui uns 3 meses.
Seria como a Hortência trouxe o time de basquete dela para o Fluminense. Não há uma política de longo prazo, algo de clube.

Reclamações pelo interesse estético das mulheres por reclamar é outra bobagem. O tenis, volei, etcetera usam bastante isso para fazer com que homens se interessem.
Não tenho dúvidas que o volei no Brasil ganha muito midia espontânea por conta de gatas que tem (e quando não tem eles tratam de criar).
Quando alguém ainda hoje vê uma foto da Leila ou da Fernanda Venturini na Caras, lembra do volei.
Ninguém fica citando as irmãs Willians, campeoníssimas, mas o tênis feminino está sempre na pauta.

O esporte pode ser machista, mas é acima de tudo, dinheirista.
Pode ter certeza que CBF, patrocinadores e TV’s adoram as Kakazetes que vão ao estádio só para dar gritinhos. Estão pouco se fudendo se gostam ou não de futebol.

Marketing existe para atingir um público alvo, e o futebol feminino não pode fechar os olhos para isso. Este post aqui por exemplo.
Temos certeza que gera mais interesse entre os homens com as brincadeiras citando as norte-americanas que propriamente pelo Santos em questão. Não há de se brigar com isso, mas aproveitar disso.

****
De toda forma, é válido e louvável que as mulheres joguem bola, tenham torcida etcetera e tal.
Mas elas tem de ir atrás.
Talvez ao invés de querer fazer campeonatos deficitários sem interesse nenhum por parte dos clubes e torcedores, elas possam fazer lobby para fazer preliminares de jogos masculinos, e aos poucos ganharem torcedores. Criar uma cultura.
O que não rola mesmo, e isso vale para qualquer coisa, é querer chegar e sentar na janela.

Tenho certeza que se colocarem uma gata no time, mesmo que fraca de bola, vai aparecer toda hora na capa do Globoesporte.com e consequentemente, o futebol feminino.

Lu Castro (Futebol para Meninas):

Rolar a discussão de futebol feminino! Já é um bom começo! =D

Entendo todas as considerações e observações, mas não concordo com algumas e não é só pra defender as feias não…rsrsrs. É pra defender o futebol feminino mesmo.

Primeiro não há interesse da maioria dos clubes, não há interesse da CBF, não há interesse para patrocinar. Simplesmente não há interesse. Ouvi isso de um conselheiro do Corinhthians um dia desses.

Tanto que a Cristiane estava por lá, mas logo foi dispensada. Isto não anula o fato de que o futebol feminino vem crescendo e mesmo sendo chato para alguns, há muitos mais que gostam porque muitas meninas tem qualidade, tem futebol mesmo pra mostrar. Já acompanhei várias e sei o que estou dizendo. E não é a Marta, ou a Cristiane, ou a Pretinha, ou a Sissi. São meninas que não apareceram ainda. Meu marido vive dizendo a mesma coisa que o Victor – “Se colocarem umas gatinhas a coisa vira”.

Pô gente! Eu amo futebol e tá cheio de homem feio!

É isso que não entendo…quer dizer, tá bom, eu entendo. Abrir jogos, aproveitar o público nos estádios seria uma boa e não é que as meninas queiram sentar na janela não, até porque o futebol feminino é disputado em campeonatos, pelo menos aqui em Sampa desde o início da década de 80 e acredito que o carioca também [nota do editor: existiu o famoso Radar do Rio de Janeiro nos anos 80], mas onde está o interesse dos homens da federação e dos clubes em fomentá-lo? De modo geral, quem comanda – os homens – não se interessam muito. O que claro, lamentamos.

No salão a coisa é diferente, é bem mais organizada. Acreditem. Tem uma mina do time do Jaguaré/Palmeiras recentemente convocada para a seleção sub-16 de campo. Vou ver se encontro o link de um vídeo dela e mando pra vocês darem uma olhada. Joga demais! De qualquer maneira, agradeço mais uma vez aos meninos por terem aberto este espaço. Grande abraço!

As discussões estão abertas.

Não se trata de nenhuma visão preconceituosa ou machista do Blá blá Gol. Trata-se antes de tudo de uma visão que busca antes de qualquer coisa entender como funciona o Mundo. Especialmente o dos esportes midiáticos de alto rendimento que prezam pela imagem tanto quanto pelo talento (alguém vê jogador do Milan aparecer na mídia desalinhado).

Na prática, os norte-americanos que não entendem de futebol, mas entendem como ninguém como promover eventos e fazer dinheiro parecem estar à frente dos brasileiros anos-luz.

Assim como houve o Radar dos anos 80, acreditamos que haja espaço sim para qualquer modalidade por aqui, ainda mais atrelada ao futebol. A Lu Castro traz-nos um panorama em que há vontade por parte das meninas em jogar bola. Isso é um pré-requisito essencial, lógico. Só que esperemos que não esqueçam que não só de talento se constrói (e mantém) uma imagem. Da mesma forma que entendemos que não só de imagem pode viver um esporte.

Naturalmente, entendemos também que as meninas não devam se privar de correr atrás de incentivos para o esporte pelo esporte. Popularizar a prática do mesmo entre crianças e aumentar desta forma a base consumidora no futuro. Nesse ponto, vendo o lado social da coisa, realmente poderiam pleitear ajuda pública sem o menor constrangimento.

E aí, há de fato um bom caldo, porque é nítido o interesse de meninas em jogar bola (bem… eu vejo hoje em dia um monte de menina jogando bola na praia)

Heather Mitts 02

Heather Mitts - não sei como joga, mas sei que é futebol. Bate um bolão

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

As Sereias na Libertadores

September 29th, 2009 | 19 Comments | Filed in Olímpicos, Santos

Sábado o Santos estreará na Libertadores de Futebol Feminino com direito a Marta e Cristiane vestindo a camisa das Sereias.

Não faço ideia do que cerca o futebol feminino (prefiro tênis). Aqui pelo Blá blá Gol, apenas Saulo acompanha, com direito a ida ao Maracanã na final do Pan.

Como não confio que Saulo nos manterá atualizado, acho melhor delegar essa cobertura a terceiros, digo, terceiras.

Para aqueles que acreditam que um dia o futebol feminino chegará ao patamar de um vôlei e gostariam de acompanhar esse processo histórico, recomendo a cobertura do Futebol para Meninas que já apresenta as adversárias das Sereias na 1ª fase.

Marta

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Quantos neurônios tem Roberto Horcades?

December 17th, 2008 | 57 Comments | Filed in Fluminense
Roberto Horcades fala com a imprensa

Roberto Horcades fala com a imprensa

Não me surpreende que algum dirigente de clube de futebol fale uma batatada dessas. Estarrecedor mesmo é lembrar que o sujeito é médico.

Difícil é dizer com precisão quantos neurônios teria o presidente de um clube que no ano que buscava conquistar o Mundo briga para não cair, se supormos que as Vice-Campeãs Mundiais tenham apenas 2.

Peço ajuda para entender quantos neurônios tem o jenial presidente do Fluminense.

n
Quantos neurônios tem Roberto Horcades?
View Results

Pelo menos Washington parece ter mais de dois neurônios

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Nós querenos un otro jogo

August 29th, 2008 | 1 Comment | Filed in Musas, Pequim 2008, Vídeo

Vídeo da série: Propagandas proféticas

Não me canso de repetir: merecido.

Medalha de Ouro incontestável

Medalha de Ouro incontestável

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Pequim – Americanas bem

August 21st, 2008 | 11 Comments | Filed in Futebol, Musas, Pequim 2008

O Brasil perdeu o ouro no futebol feminino para as americanas, da excelente goleira Hope Solo, de novo. O pódio repetiu Atenas 2004, com EUA em 1º, Brasil em 2º e Alemanha em 3º.

Apesar dos erros o jogo foi bom. Emocionante até o fim. O Brasil dominou as ações e foi melhor, mas levava sufoco nos contra-ataques. A bola não entrou no fundo das redes da americana Solo e o Brasil levou um gol num chute cruzado e forte.

Galvão Bueno: “É a prata mais bela e a mais triste”.

Vôlei de quadra

Mais cedo, a seleção de vôlei feminina detonou as atuais campeãs olímpicas em casa por 3×0. Continua sem perder um único set. A final será também contra as americanas. Espero que o final seja diferente. Paula Pequeno nelas!

Vôlei de praia

Sem muita surpresa, Walsh and May ganharam a medalha de ouro sem perder um único set. Na final, as chinesas até que jogaram bem, mas a China é fraca demais. Nem no vôlei de praia! Nem as cheerleaders!!! Precária organização chinesa, poderiam ter feito curso na Argentina.

A chuva com o uniforme branco das americanas tornaram o jogo mais interessante.

Talita e Renata perderam o bronze para a outra dupla chinesa, para o desespero dos nossos amigos.

Mais medalha na vela

Bruno Prada e Robert Scheidt ganharam a prata depois da última regata e de muita confusão. Depois de um começo muito ruim, os brasileiros se recuperaram e chegaram entre os primeiros para a última regata. Garantiram a prata, 4ª medalha olímpica de Scheidt.

Outros

Só decepção. Rodrigo Pessoa, bem cotado na final dos saltos, acabou em quinto. Jadel Gregório com “a segunda melhor marca do ano no salto triplo” não foi bem e acabou em sexto.

Vale a pena ver de novo

O ouro mais fácil dos jogos.

n

Era possível torcer contra a goleira dos EUA, Hope Solo?
View Results

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Marta não é Pelé

September 30th, 2007 | 24 Comments | Filed in Futebol

Zico perde penalti 01Zico perde penalti 02

Compararam Marta com Pelé. O tempo mostrou que foi exagero.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Que Thiago Neves, que nada

September 27th, 2007 | 12 Comments | Filed in Uncategorized

Nem ele, nem Kaká, nem Ronaldinho Gaúcho, nem ninguém. Quem mais joga bola no planeta hoje é a Marta. E eu já lanço a campanha “Marta é Flu na Libertadores 2008”.

Se não der para trazer a camisa 10 da seleção brasileira feminina, pode ser a 11. A Cristiane joga uma bola muito redondinha, e hoje finalizou como muito marmanjo ganhando uma fortuna por aí não consegue.

O 4×0 na seleção norte-americana foi um esculacho. A juíza até que deu uma forcinha para o Brasil, com uma expulsão completamente nonsense. Mas mesmo assim, nada salvaria a lavoura ianque hoje.

Bravo, (ou bravas) mulheres!!!!!

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Brasil x EUA – Futebol Feminino

September 27th, 2007 | 12 Comments | Filed in Uncategorized

O Brasil vem ganhando por 2×0 nas semi-finais e vou ter de sair. Deixo o tópico aberto para quem quiser falar do jogo, durante e depois.

Saio com Luciano do Vale reclamando da falta de apoio ao futebol feminino. É verdade. A Globo agora está passando desenho do Pato Donald. Vale deixar esse registro, pois quando o Brasil for campeão e a Globo transmitir a final, ou na Olimpíada quando as mulheres ganharem medalha, vai aparecer narrador cobrando a promessa de Ricardo Teixeira de que investiria no futebol feminino no Brasil e não fez (o que também é verdade).

Mas como cobrar da CBF algo que não se dá retorno?

 

Em tempo, Se não dá retorno, a CBF que faça dar. É obrigação dela. Só não é para quem passa campeonato de skate domingo de manhã reclamar.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.