Home   Open-Bar   Trollagem   Bolão   Mercado da Bola   Copa do Brasil   Seleção   NFL   Contato  

Posts Tagged ‘Anjinhos’

Botafogo quebra jejum

March 17th, 2008 | 79 Comments | Filed in Futebol

Depois de 4 anos e 15 jogos (sem nenhuma figura de linguagem) o Botafogo volta a vencer o Flamengo num jogo de futebol.

O jogo foi bom, tenso e catimbado como se esperava. Com 2 minutos de jogo, ambos os goleiros já tinham salvado suas equipes. O Flamengo com o meio campo terror do Joel (Jaílton, Gavillan, Jônatas e Toró) dependia apenas do Renato Augusto, que voltou bem. Em uma trapalhada dos 4 patetas, ajudados pelo zagueirão Leonardo, o Botafogo abriu o placar. Renato Augusto fez bela jogada, Castillo defendeu, na volta o Renato chutou de novo mas o zagueiro agora salvou. O empate do Fla e desempate do Botafogo vieram em pênaltis bem marcados.

Mas o grande momento do equilibrado 1º tempo foi quando o “inocente” Túlio foi enganado pelo “experiente” Toró. Muitos se apegam à esse detalhe do fair play, mas eu ainda não entendi o lance que originou a “bola ao chão”. O jogador do Botafogo deu uma furada bizarra e o Flamengo ia com a bola dominada com 3 possibilidades de jogada em diração ao gol com o Botafogo desarrumado lá atrás. Mas o juiz parou o jogo. Queria ver se fosse contra o Botafogo.

Toró na mesma linha em passe de ObinaNo primeiro lance do 2º tempo, uma bela jogada do Flamengo, Obina rola de calcanhar e o Toró faz o gol. Não fica claro no momento do passe (não vi o tira-teima), mas o bandeirinha marca o impedimento, lance difícil. Queria ver se fosse contra o Botafogo.

De qualquer forma o Botafogo foi melhor na segundo etapa, com mais organização e mais chances de gol. Apenas Léo Moura jogou pelo Flamengo no 2º tempo. O Botafogo chegou ao 3×1 com a cabeçada do Jorge Henrique de 1,5 m de altura. Bruno salvou uma outra cabeçada do mesmo e um chute de longe. Joel fez algumas substituições que não resultaram em nada.

Léo Moura recebe uma falta na qual o jogador do Botafogo poderia ser tranqüilamente expulso, mas fica só no amarelo. O Flamengo dimunui na cobrança dessa com Thiago Sales de cabeça, de novo. Ainda não vi se o garoto é bom zagueiro mesmo, mas 4 gols em 4 jogos é de se notar. Áh… o lance foi normal, difícil, mas dessa vez o bandeirinha acertou.

Na seqüência, Castillo fez a mesma burrada de reter a bola e os jogadores do Flamengo fizeram a mesma burrada de sair correndo para “agilizar”. Toró, que parece que realmente não gosta de uruguaio, deu um chute de biquinho no goleiro e depois foi, cinicamente, ver se ele estava bem. Pra mim, foi o quê de pior aconteceu no jogo. Toró deveria pegar 120 dias.

O nervosismo no final é normal em clássicos. Jônatas foi bem expulso. O cabeça-de-área não fez nada o jogo inteiro, só correu pra brigar. Obina, retardado, também foi bem expulso. Deveria pegar 120 dias.

Só o que me espanta é que Souza, Toró, Jônatas, já escutei até que o Bruno… todos são marginais, tudo bem. Mas Túlio, Castillo, Jorge Henrique e Cia. são anjinhos.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.