Home   Open-Bar   Trollagem   Bolão   Mercado da Bola   Copa do Brasil   Seleção   NFL   Contato  

PETKOVIC 1×1 Grêmio

May 29th, 2010 por | Categorias: Campeonato Brasileiro 2010, Flamengo, Grêmio.

Antes do jogo começar, nas entrevistas, o gringo já se mostrava animado. Renovação de contrato, status reconhecido no clube, enfim, coisas que já deveriam ter sido resolvidas, ou que nem deveriam ter existido, ficaram para trás.

Com a bola rolando, Pet teve fôlego para jogar aproximadamente 20 minutos no primeiro, e 5 minutos no segundo tempo. E como jogou,  neste curto período demonstrou a abissal  diferença entre o Flamengo campeão do ano passado e esta coisa que tem sido este ano. Ele é, e faz, toda a diferença. Obrigado ao sérvio pelo espetáculo, curto mas excelente.

Já sem seu  craque nos outros 65 minutos, cansado ou substituído, o Flamengo voltou normalmente para mediocridade reinante. O time do Grêmio, bem armado, não saiu por pouco do Rio com a vitória, mesmo sem seus dois principais jogadores, Douglas e Borges. O lateral Edílson, chamou a atenção, bom jogador.

No Flamengo chamaram a atenção Vinicius Pacheco e Léo Moura, que precisam de um curso com Ernani do Vasco, para aprenderem a cavar pênaltis em jogos no Brasileirão, que é um pouco mais difícil que nos estaduais.

A camisa 10 tem destino certo.

Inscreva seu e-mail e confirme pelo link eviado para receber novos artigos do Blá blá Gol.

62 Comentarios Enviar por e-mail Enviar por e-mail

62 Comentários para “PETKOVIC 1×1 Grêmio”

  1. saulo
    29/05/10 - 22:45

    Em condições normal de temperatura e pressão, empate contra o Grêmio é um resultado normal. O grande problema do Flamengo foi não aproveitar aquela superioridade durante os primeiros 25 minutos. Enquanto Pet teve ritmo, o meio campo criou muitas oportunidades. Faltou aquele centroavante típico. Infelizmente, Vagner Love mais uma vez isolado. É um atacante de movimentação e precisa de uma referência. Fora a falta de entrosamento diante das constantes mudanças forçadas por uma série de circunstâncias(suspensões, contusões, convocação…).
    Agora não entendi esse do Rogério mudar o esquema em cima da hora. Escalar três zagueiros requer treino e entrosamento para não causar confusão no posicionamento. Não faltou erros absurdos nas bolas aéreas e enormes espaços na cobertura nas laterais. Seria melhor o Lenon e o Maldonado fazerem essa marcação. Agora com a suspensão do David, volta a antiga formação. Não dá para culpar o treinador, precisa esperar os reforços para cobrar alguma coisa.
    O Grêmio foi melhor durante a maior parte do jogo. Montou seu elenco na pré-temporada e tem grandes possibilidades de ser campeão ou buscar uma vaga na libertadores. Douglas fez uma enorme falta e o Hugo não rendeu o esperado mais recuado. Jonas como sempre, deu muito trabalho. E o goleiro Victor, foi sensacional. Fez defesas espetaculares, chega dar pena deste profissional diante da desfaçatez do Dunga em tirar sua vaga para o reserva da Roma Doni.

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Rogério é quase tão ruim quanto o Andrade.

    Só vi uma defesa do Victor, em que o Esforçado, sozinho, depois de um passe de cinema do Pet, chutou a bola em cima dele. Bruno trabalhou bem mais.

    Jonas foi muito mal, se jogasse o mínimo, o Grêmio ganhava. Só não foi pior que o tal de Maylson.

    Responda a este comentário

    Sancho

    É fato que o trio ofensivo Maylson, Hugo e Jonas deixou a desejar. Mas além de não estarem num dia feliz, há outras questões envolvidas.

    Quando se joga com meia-cancha à inglesa, a participação dos centros-médios nas jogadas ofensivas é fundamental. Só que Adílson e Rochembach não estão à altura.

    Melhorou quando o Jonas recuou para buscar jogo, e o time ficou num 4-(2-2-1)-1. Mas aí, apareceu o problema do William. O cidadão serve, no máximo, para entrar naqueles cinco minutos finais de abafa, desespero, e balão para área…

    Responda a este comentário

    saulo

    Você deve pensar que a função do treinador é tão decisiva ou equivalente de um jogador diferenciado em campo. Ninguém é milagreiro. A diretoria tem conciência da necessidade de reforços e infelizmente o mercado ainda está fechado até agosto. Não vai ser de um piscar de olhos que vai preencher a lacuna de um jogador do porte do Adriano.

    Responda a este comentário

    Victor

    Quem mais fala de treinador por aqui é você.

    Responda a este comentário

    Alexandre N.

    Mas o técnico também pode ser decisivo para o resultado de uma partida. Tudo depende do time que ele escala ou das substituições que faz.

    Um bom exemplo foi o que o Cuca fez algumas vezesno Fluminense neste ano.

    Responda a este comentário

    saulo

    Rogério dentro das suas limitações, fez de tudo para vencer. Com um elenco cheio de desfalques e a perda de alguns jogadores, fica impossível cobrar algum resultado. Quem decide é o jogador.

    Responda a este comentário

    Alexandre N.

    Perda de que jogadores?

    Responda a este comentário

    saulo

    Sem Adriano, o Flamengo perdeu metade da sua força ofensiva e não tem um jogador no elenco com suas características.

    Responda a este comentário

    Alexandre N.

    Saulo, convenhamos: O Adriano não joga pelo Flamengo desde o ano passado. Arruma outra desculpa…

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Explicando pro Saulo:

    “Agora não entendi esse do Rogério mudar o esquema em cima da hora…”

    “Rogério é quase tão ruim quanto o Andrade.”

    Responda a este comentário

    saulo

    O fato ter mudado o esquema, pode ser explicado pela falta de opções no meio campo. Você mesmo disse que o Mancini era “ruim” e não resolveu porra nenhuma no Vasco com Gaúcho. Agora ele dirigi o time fraco do Guarani e consegue bons resultados dentro das limitações.

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Você deve pensar que a função do treinador é tão decisiva ou equivalente de um jogador diferenciado em campo. Ninguém é milagreiro.

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Em tempo, Mancini, Gaúcho, Andrade, Rogério e Roth são treinadores de Guaranis, XVs de Qualquer Coisas, Bambalas e Flamengos. De Vasco, não são.

    Responda a este comentário

    saulo

    Você deveria saber que é muito mais fácil dirigir um time grande com muitos mais recursos e maiores leques de opções para contratações. Em uma equipe menor, um treinador precisa literalmente se virar.

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Sem dúvida, por isso que poucos dirigem equipes grandes, e muitos dirigem equipes menores, não é mesmo?

    Responda a este comentário

    saulo

    Não é bem assim que a banda toca nos grandes clubes. Assistimos um rodízio repetitivo dos mesmos treinadores. As direções não tem um mínimo de planejamento e demitem nos primeiros fracassos. Tudo porque cedem as pressões de “palpiteiros” e para ficar bem com líderes de torcidas organizadas. Fora a questão do QI de empresários e dirigentes dos quais apadrinham nas indicações.

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Saulo, quanto maior a empresa, quanto maior o clube, mais difícil é de se dirigir, e não o contrário.

    Agora, se um monte de clubes, incluindo o Vasco neste bolo, contratam um monte de porcarias, e com isso tem que demiti-las toda hora, isso é outra coisa.

    Responda a este comentário

    saulo

    Se for para seguir o seu raciocínio: dirigir um Barcelona ou Internaziole deve ser muito mais difícil. São clubes com orçamentos estratosféricos e com uma infinidade de opções para contratar os melhores jogadores do mundo.

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Pode ter certeza que é.

    Responda a este comentário

    saulo

    Se partir do seu raciocínio, caso o Vasco tivesse um orçamento desses, o treinador teria mais dificuldades com Kaká, Messi, Daniel Alves, Juan, Ferdinand…

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Sem dúvida, o Celso Roth não duraria duas semanas, e o Vasco seria a mesma zona, e teria resultados abaixo do que é aceitável pra algum clube com esse orçamento.
    Mas com o Mourinho, até poderia dar certo.

    Responda a este comentário

    saulo

    Com este elenco, o Morinho não duraria um mês no Vasco.

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Bom, então não sei porque gastam o dinheiro que gastam nele, Real Madrid e Inter de Milão deveriam contratar Andrade e Celso Roth, seria muito mais barato e os resultados os mesmos.

    Responda a este comentário

    saulo

    Se algum dia Celso Roth e Andrade treinarem a seleção em copa, certamente serão contratados em um clube de ponta na Europa.

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    HUAHAUAHUAHUAHUAHAUHAUHAUHA…claro.

    Responda a este comentário

    Alexandre N.

    E não é? Quer um ótimo exemplo pra ilustrar o que o Serginho disse? REAL MADRID.

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Alexandre, um ótimo exemplo é a Inter de Milão. Pela lógica do Saulo, qualquer um poderia ser técnico de lá. Até mesmo o Andrade.

    Imagina o Andrade resolvendo quem ele ia escalar? Ou dando ordens aos jogadores…huahauhauhauahauaha.

    Em qualquer situação, falando de clubes ou empresas, quanto maior for a instituição, mais competente o cara tem que ser pra presidi-la. Fato.

    Responda a este comentário

    Alexandre N.

    Pra mim, o Real Madrid é o melhor dos exemplos. Afinal de contas, com um elenco daqueles o técnico não conseguiu extrair um bom futebol.

    Tanto que na maioria das vitórias, a coisa acontecia mais por causa do talento individual (e pelas fraquezas dos adversários) do que pelo conjunto.

    Responda a este comentário

    saulo

    Não teria problemas nenhum em passar suas instruções. Quando jogador, passou pela Roma. Seria muito mais fácil porque contratariam na pré-temporada, pediria os melhores jogadores e teria menos pressão por resultados imediatos. Cultura bem diferente aqui.

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Claro, não conseguiu fazer isso no Flamengo, na Itália com certeza iria impor seu comando e iria desfilar seu vocabulário.

    Sugestão pro Milan: Sai o fracassado Leonardo (teve tempo, pré-temporada, orçamento milionário) e entra o grande Andrade.

    Aliás, o Andrade é caro, manda o Alfredo Sampaio, que com tempo, pré-temporada e orçamento milionário, com certeza vai fazer trabalho melhor, e custar menos.

    Responda a este comentário

    saulo

    Caso não saiba, o grupo Fininvest foi afetado pela crise fianceira. E o Milan precisou vender Kaká para cobrir um rombo de 70 milhões de euros. Diferente do Brasil, na Itália os clubes são obrigados a cumprir os orçamentos anuais.

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    É mesmo? E o Ronaldinho Gaúcho não substituiu Kaká? Nem no Milan? Imagina numa Copa…

    Responda a este comentário

    Matheus

    Qualquer pudim de álcool que pese mais de 90 kilos é uma contratação do porte do Adriano.

    Responda a este comentário

  2. Karlitus
    30/05/10 - 2:31

    Em condições normal de temperatura e pressão, empate contra o Grêmio é um resultado normal.

    Já em condições anormais…

    Responda a este comentário

  3. Alexandre N.
    30/05/10 - 9:29

    Acho que o lance do jogo foi aquele chute do Hugo no segundo tempo. Acho que o Bruno pegou aquela bola por pura sorte, por que foi um senhor chute!

    Responda a este comentário

  4. 5ª rodada – Brasileirão 2010
    30/05/10 - 15:42

    […] Flamengo 1×1 Grêmio – Só Pet salva. […]

  5. saulo
    30/05/10 - 20:32

    Agora a direção do futebol do Flamengo parece realmente entrar na era da profissionalização: http://www.lancenet.com.br/flamengo/noticias/10-05-30/763195.stm?zico-e-o-novo-diretor-de-futebol-do-flamengo

    Responda a este comentário

    Alexandre N.

    Ok, lembro que ouví muitos torcedores dizerem a mesma coisa quando contraram o Júnior pra mesma função tempos atrás. Ele até chegou com boa vontade, pena não terem deixado ele trabalhar…

    Responda a este comentário

    saulo

    Não dá para comparar aquela zorra do Márcio Braga.

    Responda a este comentário

    Alexandre N.

    E pra esse mandato da Patrícia Amorim, tem alguma diferença?

    Responda a este comentário

    saulo

    Ela assumiu praticamente há poucos meses e não teve condições de fazer mudanças radicais no departamento de futebol por causa do título do brasileirão. Agora com esse intervalo da copa, poderá ter mais tempo para fazer reformulações e contratar reforços.

    Responda a este comentário

    Alexandre N.

    Ok. Ela não teve tempo…

    Me surpreende o fato de ela, por ser mulher, ter deixado barato aquela boçalidade que o goleiro-poeta do Flamengo ter dito sobre problemas conjugais de alfuns jogadores.

    Me supreende o fato de, quando o ex-gerente de futebol resolveu pôr ordem na casa (na tal confusão criada pelo Petkovic ao ser substituido no intervalo do Fla x Flu), ela resolveu dar todo apoio ao jogador e não ao gerente de futebol.

    Alguém aí lembra de mais algum caso?

    Responda a este comentário

    saulo

    Tirar um perna-de-pau é muito fácil quando faz ou diz besteira. No caso do Bruno, se trata de um grande goleiro e o Flamengo não possui outro do mesmo nível.

    Responda a este comentário

    Alexandre N.

    Então, de acordo com o seu discurso, toda e qualquer baderna criada por jogadores é válida ou mesmo aceitável. E, caso eles joguem bem, cria um salvo conduto para perdão automático de tais atos. É isso?

    Responda a este comentário

    Victor

    Engana-se. de acordo com o discurso dele, toda e qualquer baderna criada por jogadores é válida ou mesmo aceitável no Mengão. Em Flu, Bota ou Vasco é Série B na certa.

    Responda a este comentário

    Victor

    A renovação de Andrade quando Marcos Braz arrumou o terreno para mandá-lo embora e contratar um técnico efetivo ao invés do interino de 2009.

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Tenho medo de discutir religião aqui no site.

    Interessante ele não receber pelo Flamengo e trabalhar pro clube, já começou bem.

    Vamos ver o choque entre “profissionalismo” (Zico é profissional de quê afinal?) e a boa e velha politicagem das raposas felpudas da Gávea. Vai ser interessante.

    Mas não deixa de ser excelente a posição do Messias, se tudo der certo, ele é alçado aos céus (de novo). Se der errado, a culpa é dos outros.

    Responda a este comentário

    Alexandre N.

    Pra você ver como são as coisas…

    Este mesmo Zico que reclamou de tudo o que o Flamengo fez contra o filho dele, que foi contratado um tempo atrás (e eu nem achei que o garoto foi tão mal assim, apesar das pouquíssimas chances que deram pra ele). Chegou a dizer que não iria se envolver com diretoria alguma depois daquilo tudo.

    E agora… Engraçado, não? Muitos vão dizer que isso é coisa da pele rubro negra. eu diria que é falta de palavra mesmo…

    Responda a este comentário

  6. Bender
    31/05/10 - 10:27

    Ainda não foi dessa vez que assisti um jogo do brasileirão 2010. Não porque parece um monte de amistoso, mas pq não deu mesmo.

    O pessoal do casamento evangélico (no qual eu me encontrava) que estava escutando o jogo ao invés do cerimonial, disse que Vagner Love perdeu gols feitos quando o Fla ganhava por 1×0.
    O time deve estar mal mesmo, mas eu já aprendi a filtrar os comentários do Serginho, não me abala nem um pouco. Provavelmente o Flamengo está jogando a mesma coisa da Libertadores, muito pouco.

    Pet sozinho não será suficiente. Mesmo com toda a qualidade e categoria que sabemos e Serginho descobriu a pouco. Ano passado tivemos o melhor atacante do Brasil no time.

    ****

    A discussão Saulo x Serginho sobre técnicos eu passo.

    ****

    Zico no Flamengo? Estou me preparando para o delírio. Seja de que lado for.

    Responda a este comentário

    Alexandre N.

    Bender, sei não. Acho que o grande diferencial do Flamengo neste jogo foi mesmo o Sérvio. O restante do time não estava mesmo jogando nem jogando pro gasto. O Grêmio também não estava lá essas coisas, mas acho que tinha muito mais chances de ganhar do que perder ou empatar o jogo para o Fla, caso o Petkovic não estivesse em campo.

    Agora, o mais importante nisso tudo é que, pelo que parece, o Vagner Love aparenta estar se cansando de ser o único esforçado do time em campo.

    Responda a este comentário

    Bender

    Quando o Pet está em campo, geralmente, ele é um grande diferencial. Mas não será suficiente pra tirar o time lá da meiuca da tabela.
    Vagner Love está com situação indefinida. Já percebeu como é um funcionário trabalhando com aviso prévio?

    Responda a este comentário

    Alexandre N.

    Em relação ao Vagner Love, sei não. Não acho que seja só isso…

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Impressionante, como coincide do Bender não assistir jogo nenhum quando o Flamengo não vence seus jogos.

    Só pra te informar:

    Vágner Love perdeu um gol feito, e jogou uma bola na trave no lance do gol do Flamengo. Nada mais.

    Sei da “qualidade e categoria” do Pet há muito.

    Responda a este comentário

    Bender

    Vai ter que vir a FIFA falar pro Serginho pra ele acreditar. Como não acontecerá, foda-se. Então, eu vi todos os jogos do BR2010 e estou dizendo que não.

    Já para os normais, me dei o trabalho de catar alguns recentes posts que eu mesmo fiz com derrotas do Flamengo
    http://www.blablagol.com.br/e-que-derrota-8578
    http://www.blablagol.com.br/universidad-do-chile-2×1-flamengo-que-mole-7878
    http://www.blablagol.com.br/surpresa-segredo-nem-na-sapucai-7309
    http://www.blablagol.com.br/flamengo-jogou-4815

    Se vc tiver mais tempo vá ler o que eu escrevi nas derrotas/empates do Flamengo no BR2009 quando eu dizia que o time tinha potencial para mais e vc dizendo que era questão de tempo o Botafogo passar o Fla na tabela.

    ****

    Valeu pela informação. Mas prefiro o depoimento dos fanáticos evangélicos.

    ****

    Não. Vc “só” sabe desde 2001.

    01

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Claro que prefere, óbvio.

    Responda a este comentário

    Bender

    São mais sensatos.

    Responda a este comentário

    Serginho Valente

    Você jamais poderia achar outra coisa.

    Responda a este comentário

    Bender

    Jamais meu caro, jamais.

    Responda a este comentário

    Bender

    Em tempo, ontem vi a chamada pro jogo de amanhã. Palmeiras x Flamengo vai passar na Globo depois da novela. Provavelmente verei.

    Responda a este comentário

  7. Marianna
    2/06/10 - 20:56

    Bitu
    foi um show de pet?

    Responda a este comentário

Deixe seu comentário