Home   Open-Bar   Trollagem   Bolão   Mercado da Bola   Copa do Brasil   Seleção   NFL   Contato  

Agora sim 2

May 2nd, 2014 por | 15 Comentarios | Categorias: Botafogo, Futebol

Seis anos depois, Botafogo contrata Carlos Alberto até o fim do ano

 

Huauahuauaauauauhuahuauaha….

15 Comentarios Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Agora sim

April 30th, 2014 por | 6 Comentarios | Categorias: Botafogo, Vídeo

Não poderia ter ficado melhor.

Comentarios Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Somos Todos Macaquitos

April 28th, 2014 por | 77 Comentarios | Categorias: Marketing, Publicidade

É por essas e outras que sigo cada vez mais buscando um isolamento. Especialmente em ideias e conceitos globais.

Como todos sabem, eu sou preconceituoso por natureza e acredito que você também seja, ainda que não tenha se dado conta da semântica. Agora eu amplio a definição de caráter pessoal e digo que sou um preconceituoso reacionário. Todos são culpados até que me provem do contrário.

Se algo caiu na boca do povo, é porque está errado. Condição sine qua non. Valherei-me cada vez mais de minha rabugice e só e somente só das ideias coletivas dos grupos que estou enfurnado até o pescoço. Só compro e vendo aquilo em que posso chafurdar.

Pior é ter de ler Guga Ketzer me desqualificando porque eu fiquei puto pra caralho com a emboscada que ele armou para pegar a macacada nova enfiando a mão na cumbuca. Enfie minha banana preconceituosa no seu cu, filho da puta.

Macaquices de Neymar

Macaquices de Neymar

Como foi a idealização da campanha?
Há duas semanas, Neymar e seu pai me procuraram para dizer que precisavam se posicionar em relação às manifestações racistas. Queriam resolver isso de uma forma que colocasse a mensagem do Neymar de maneira forte. E decidimos trabalhar a ideia de que a melhor maneira de acabar com o preconceito é tirar a força dele e fazer com que a pessoa não repita o ato. É como um apelido. Quanto mais bravo você fica, mais ele pega. Foi aí que criamos #somostodosmacacos. A ideia era começar com o Neymar comendo a banana e isso se tornar um movimento.

Foi ideia do Neymar?
Sim, ele que pensou. Aí, quando o Dani (Daniel Alves) comeu a banana, soltamos a campanha. Decidimos ontem (domingo).

O Daniel Alves sabia da campanha, e por isso comeu?
Não. Não foi combinado. O Neymar ia comer, mas como foi o Dani, maravilha também.

O Daniel Alves acabou atropelando a estratégia do Neymar?
De forma alguma. O conjunto de ele comendo uma banana e o Neymar se manifestando, criando um movimento, fez a discussão atingir um patamar absurdo, com repercussão até mesmo na Presidência da República. As pessoas espontaneamente se envolveram e isso é o que importa.

Que tipo de ação a agência vai fazer para aproveitar a abrangência do movimento?
Nada. Nosso papel foi criar o movimento e agora você tem o mundo inteiro criando conteúdo em cima disso. Eles abriram a discussão e colocaram as coisas de uma forma que fez as pessoas discutirem o assunto.

Muita gente se frustrou quando soube que era uma campanha.
Tentar desmerecer o movimento pelo fato de ter uma agência por trás é tão preoconceituoso quanto o torcedor que joga a banana. Por que não pode haver ajuda profissional? Por que não podemos ajudar com uma ideia? Não é uma campanha para vender nada. Fizemos conforme a necessidade do Neymar de mostrar que o racismo é uma situação completamente absurda. E deu certo.

77 Comentarios Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Somos todos macacos

April 28th, 2014 por | 35 Comentarios | Categorias: Futebol, Seleção Brasileira, Vídeo

Eu nem encaro isso como ‘resposta ao racismo’.

Encaro como um belíssimo FODA-SE pra essa palhaçada toda.

Já repararam como quanto mais se repudia, mais essas ‘manifestações’ acontecem? E que até aqui nesse país RIDÍCULO, onde somos TODOS mestiços, já tentaram fazer essa presepada?

Daniel Alves mandou demais porque tirou de letra. Não polemizou, não se fez de vítima, não entrou na onda do coitadismo. Foi inteligente contra a ignorância. E isso vale mais que um milhão de palavras ou lágrimas. CRAQUE.

35 Comentarios Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Passou da hora de mudar

April 24th, 2014 por | 21 Comentarios | Categorias: Botafogo, Campeonato Brasileiro 2014

Carlos Alberto Torres acende o farol nessa que é a hora mais escura para o Botafogo: cogita ser presidente e cita parcerias com Adidas e Bayern.

À despeito dos peitaços (‘Beckenbauer é meu amigo’ e bla bla bla, ‘queremos a Adidas’ e bla bla bla, ‘duvido que me diga não’ e bla bla gol…), acho que seria um interessante choque de gestão. E se já rompeu com o meNininho, ganha imediatos pontos comigo. Porque eu não aguento mais essa gestão omissa, incompetente e falastrona que se tornou o fim da Era Sump. Parafraseando o Victor, o Botafogo rói osso e arrota filé mignon. Só que até pra conseguir o osso já tá foda.

O Capita tantas vezes salvou tantos times de rebaixamento. Vamos ver se conseguiria salvar um do apequenamento.

botafogo1993_conmebol_carlosalberto_williambacana_glo_cezarloureiro

Sulamericana 1993

21 Comentarios Enviar por e-mail Enviar por e-mail

1ª do BR14: Fluminense derruba o primeiro Flamengo

April 21st, 2014 por | 10 Comentarios | Categorias: Campeonato Brasileiro 2014, Figueirense, Fluminense

Saboreando a sola de sapato que Bender chamou de churrasco vi que o Fluminense venceu seu primeiro Flamengo, o de Florianópolis por 3×0. Melhor dizendo, vi nada porque eu fiquei de longe na piscina e somente me chamou a atenção foi ver todo o espaço usual da torcida do Fluminense preenchido, além da lateral inferior e algo atrás do outro gol (no lado que o Vasco costuma ficar). Trocando em miúdos, direção e torcida se acertaram para esse primeiro jogo.

Nos meandros torcidais de sócios e torcedores tricolores, existe a percepção que o time de 2013 foi o 17º em desempenho. E o argumento recorrente aos dirigentes atuais é a manutenção de um elenco rebaixado, colocando um tanto de pressão nesses jogadores. Pressão necessária, ressalte-se. Como o elenco do Fluminense está muito longe de ser péssimo e não parece demonstrar grandes problemas comportamentais, a impressão é que a falha do rebaixamento não sacramentado esteja no modelo como um todo, e quando oposicionistas acreditam piamente que zagueiros resolveriam algo que parece bem mais complexo, é sinal que oposicionistas são também parte do problema.

A galera aplaudindo de pé as tabelas

A galera aplaudindo de pé as tabelas

Não sendo diagnosticado problema tão crucial no elenco, é imperativo que o administrador não caia na tentação de enxugar gelo e  faça somente alterações graduais no time para recolocá-lo no eixo enquanto resolve o verdadeiro problema estrutural, seja ele qual for. Algo me diz que o Presidente do Fluminense tem essa percepção de não haver maiores entraves nos jogadores em si e está correto.

Tendo a torcida comprou o barulho do time contra o primeiro dos 19 Flamengos, comprará também contra os outros 18 caso diretoria e time não roam a corda. Eu e Peter entendemos que o time não é de roê-la, então, resumindo, basta mesmo que os dirigentes não peidem na farofa, paguem as merdas dos salários e ajustem preços dos ingressos de acordo com a capacidade de sua torcida encher o Maracanã que teremos temporada de brigadeiro.

Saudações Tricolores (quem não gostar que recorra ao STJD)

10 Comentarios Enviar por e-mail Enviar por e-mail

RIP Luciano do Valle

April 20th, 2014 por | 9 Comentarios | Categorias: TV

Desejando Feliz Páscoa e enviando felicitações ao re-estabelecimento da saúde de meu pai, Tais Loureiro aproveitou e enviou texto que o Pai dela fez para ser publicado, pesaroso da morte de Luciano do Valle. Publique-se.

Real Morte x Luciano do Valle

Por Wilson

Dos grandes jargões populares que ouvimos ao longo da vida, dois me vêm a mente, agora: ” na vida, a única coisa certa, é a morte” e “para morrer, basta estar vivo. Todos sabemos, disso, mas temos todos grandes dificuldades na aceitação de uma morte. Hoje se foi o Luciano do Valle, e eu senti esta morte.

Taí um cara que, se hoje em dia é moda falar em “projetos inovadores”, muito mais como retórica que como realmente uma prática, de verdade trouxe inovação no binômio comunicação x esporte. Não obstante sua indiscutível capacidade como narrador, ele foi um profissional múltiplo, plural, e um líder agregador. Formou pessoas e profissionais, descobriu talentos e deu oportunidades a outros talentos que pareciam latentes.

Eu costumo dizer que o vôlei brasileiro pôde atingir os patamares mundias em que chegou por conta de quatro grandes nomes, fora das quadras: Nuzman, Almeida Braga, Bebeto de Freitas (este também dentro delas) e Luciano do Valle. Saiu da Globo em 1982, após a copa da Espanha, para desembarcar na Record, sem qualquer apoio ou confiança, e investiu pesado no Vôlei, que naquele ano mesmo arrancava pra o vice campeonato mundial. Depois dali, ou seja depois dele, o vôlei brasileiro foi reinventado.

Na Bandeirantes, trouxe a Fórmula a Indy, em que o velho Fittipaldi sagrou-se campeão em transmissão dele, em 1989. Assim como foi o título de 1981 do Piquet na F-1, que ele também narrou, se não me engano na Bandeirantes também (corrijam-me). E o Football Americano com suas transmissões de shows do Rolling Stones, Michael Jackson, etc, no intervalo? Ainda me lembro de sua atitude de transformar a Band no canal do esporte, com transmissões ao vivo o domingo inteiro! Criou também o projeto Band Verão, com esportes de verão em praias, no Guarujá e no Recife.

Ele conseguiu provar que há vida nas transmissões esportivas no Brasil fora da Globo. E o fez com estilo e personalidade próprias do grande profissional que foi.

Lembro-me também de uma peça de teatro que ele escreveu e dirigiu em 1979, e foi celebrado por isto. Gosto de profissionais dedicados e competentes, daqueles que se entregam, pessoal e profissionalmente, a uma causa. O Luciano foi assim, e, por isto, de certa forma, eu o olhava com respeito e com admiração.

Em uma imprensa hoje voltada para a excrescência dos realities shows e para a cultura do exibicionismo, um jornalista do porte e da estirpe do Luciano, fará muita falta, tenho certeza.

Que vá em paz e que descanse Luciano – algo que ele definitivamente não gostava de fazer!

Obrigado a todos pela atenção,
Wilson

 

Comentarios Enviar por e-mail Enviar por e-mail

E o Brasileiro 2014 começa aos 16′ do 1ºT da B

April 18th, 2014 por | 13 Comentarios | Categorias: Campeonato Brasileiro 2014, Flamengo, Portuguesa
Para quem curte novela/séries, é enredo de mão cheia. House of Cards tupiniquim

Para quem curte novela/séries, é enredo de mão cheia. House of Cards tupiniquim

13 Comentarios Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Sempre um banana

April 15th, 2014 por | 8 Comentarios | Categorias: Vasco

Vasco vai tentar anular o resultado da final no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio (TJD/RJ)

O Vasco poderia escalar o time de juniores no campeonato que vem,

O Vasco poderia exigir exercer seu mando de campo no campeonato que vem, fazendo o que necessário fosse para isso.

Poderia ter se recusado a jogar quando anunciaram MLH, e o bandeirinha na final,

Poderia até, ter se recusado a jogar, depois que a mulher do MLH disse que o vice era certo,

O Vasco pode, ainda, externar todo seu repúdio a esta situação vexaminosa (que ele mesmo se permitiu chegar).

Pode repudiar os goleiros marginais do rival, pode até mesmo articular uma oposição à FERJ, enfim,

O Vasco pode muitas coisas.

O Vasco NÃO pode, submeter sua história, sua imagem, e sua torcida, a mais uma chacota.

Roberto Dinamite  pode ter sido o maior ídolo dentro de campo, e poderia ter sido um bom dirigente, mas…

Roberto Dinamite é um idiota como dirigente, ele envergonha a história do clube, é, e sempre será, um banana.

 

Comentarios Enviar por e-mail Enviar por e-mail

Estacionamento Célio de Barros

April 14th, 2014 por | 7 Comentarios | Categorias: Futebol

No jogo não houve surpresa, mas com o novo Maracanã houve. Depois dos “relevantes” protestos contra a construção do centro comercial e de um estacionamento decente  no antigo e obsoleto Estádio de Atletismo Célio de Barros, me deparei com a seguinte situação:

Célio de Barros

Parabéns ao politizado povo carioca, sempre atento, e vigilante em defesa de seu bem estar, e do progresso da cidade e do Estado.

 

 

Comentarios Enviar por e-mail Enviar por e-mail