Home   Open-Bar   Trollagem   Bolão   Mercado da Bola   Copa do Brasil   Seleção   NFL   Contato  

Artigos sobre ‘NE’

O Campeonato Gaúcho é o mais tradicional do Brasil

February 12th, 2017 | 2 Comments | Filed in América, América-MG, Atlético-GO, Atlético-MG, Atlético-PR, Avaí, Bahia, Botafogo, Botafogo-SP, Chapecoense, Clubes, CO, Corinthians, Coritiba, Criciúma, Criciúma, Cruzeiro, Estaduais, Figueirense, Flamengo, Fluminense, Friburguense, Futebol, Goiás, Grêmio, INTERIOR, Internacional, Ituano, Ituano, Linense, MG, Náutico, Números, Palmeiras, Paraná, Ponte Preta, PR, PR, RJ, RJ, RS, RS, Santa Cruz, Santo André, Santos, São Paulo, SC, SC, SP, SP, Sport, Tupi, Vasco, Vitória

Os campeonatos estaduais começaram e uma pergunta não saía do cabeça do uma pessoa do Brasil: qual estadual é o mais tradicional do Brasil?
Pelo sistema de datas, fica fácil demais: o Campeonato Paulista é o mais antigo, de 1902. Mas o que seria dos campeonatos se fossem considerados os times ATUAIS que o disputam, considerando a fundação de cada um, qual seria o campeonato mais tradicional do Brasil, a saber, o que possui os TIMES mais tradicionais? Daí foi ir às contas. Como critério, usei estaduais que tenham, em 2017, que é o ano que nos interessa, um time a menos na Série A do Brasileirão.

Rio de Janeiro:

Bangu 1904
Boavista 2004
Bonsucesso 1913
Botafogo 1904 *
Cabofriense 1997
Campos 1912
Flamengo 1895/1912
Fluminense 1902
Macaé 1990
Madureira 1914
Nova Iguaçu 1990
Portuguesa-RJ 1924
Resende 1909
Tigres do Brasil 2004
Vasco da Gama 1898/1915
Volta Redonda 1976

O Carioca é um dos campeonatos mais tradicionais e um dos mais complexos de fazer a conta. Devido à fundação dos clubes no remo diferir (e estar bem documentada) da do futebol, podemos usar datas de fundação do futebol, como 1911 para o Flamengo, 1918 para o Vasco, etc. Porém, muitos outros clubes no Brasil apresentam datas de fundação controversas, anos no amadorismo, de desfiliação, etc. Portanto, resolvi usar as daas oficiais, menos para o Botafogo, que diferentemente dos co-irmãos cariocas, não apenas introduziu o futebol mais tarde como o fez a partir de um clube associado e posterior fusão.

Média de idade de fundação: 1939,75

São Paulo

Audax 2013*
Botafogo 1918
Corinthians 1910
Ferroviária 1950
Ituano 1947
Linense 1927
Mirassol 1925
Grêmio Novorizontino 2010
Palmeiras 1914
Ponte Preta 1900
Red Bull Brasil 2007
Santos 1912
São Bento 1913
São Bernardo 2004
São Paulo 1935
Santo André 1967

*Foi usado o mesmo critério que com o Botafogo carioca. O Audax foi comprado e passou a mandar os jogos na cidade de Osasco, usando um escudo parecido com o “irmão de fusão” Grêmio Osasco. Creio que foram muitas mudanças para se considerar a continuidade do clube.

Média da idade de fundação: 1949,5

Minas Gerais

América-MG 1912
América-TO 1936
Atlético-MG 1908
Caldense 1925
Cruzeiro 1921
Democrata-GV 1932
Tombense 1914
Tricordiano 2007
Tupi 1912
Uberlândia 1922
URT 1939
Villa Nova 1908

Média: 1928

O tradicionalismo dos times do campeonato mineiro é impressionante. Apenas o Tricordiano destoa, sendo todos os clubes que não ele fundados antes de 1940!

Pernambuco

Afogados 2013
América-PE 1914
Atlético-PE 2006
Belo Jardim 2005
Central 1919
Flamengo de Arcoverde 1959
Náutico 1901
Salgueiro 1972
Santa Cruz 1914
serra Talhada 2011
Sport 1905
Vitória de Santo Antão 2008

Média 1960,583

O Náutico, como o próprio nome indica, entra na mesma situação dos cariocas. A diferença é pouca, já que o Timbu introduziu o futebol em 1905. No entanto, foi considerado o ano de sua fundação global como com seus pares do remo pelo Brasil.

Goiás

Anápolis 1946
Aparecidense 1985
Atlético-GO 1937
CRAC 1931
Goianésia 1955
Goiás 1943
Iporá 2000
Itumbiara 1970
Rio Verde 1963
Villa Nova 1943

Média da idade de fundação: 1957,3

Santa Catarina

Atlético Tubarão 2005
Almirante Barroso 1919*
Avaí 1923
Brusque 1987
Chapecoense 1973
Criciúma 1947
Figueirense 1921
Inter de Lages 1949
Joinville 1976
Metropolitano 2002

Média da idade de fundação: 1960,2

*O Almirante Barroso recebeu o mesmo tratamento dos demais clubes náuticos do Brasil.

Bahia

Atlântico 2000
Bahia 1931
Bahia de Feira 1937
Flamengo de Guanambi 2009
Fluminense de Feira 1941
Galícia 1933
Jacobina 1993
Jacuipense 1965
Juazeirense 2006
Vitória 1899*
Vitória da Conquista 2005

Média: 1965,364

*Vitória com o mesmo tratamento dos clubes de remo cariocas, catarinenses, pernambucanos, etc.

***
Rio Grande do Sul

Brasil 1911
Caxias 1935
Cruzeiro 1913
Grêmio 1903
Internacional 1909
Juventude 1913
Novo Hamburgo 1911
Passo Fundo 1986
São José 1913
São Paulo-RS 1908
Veranópolis 1992
Ypiranga 1924

Média: 1926,5

Por muito pouco, a média de idade de fundação dos clubes gaúchos supera a dos mineiros em pioneirismo e assim sendo, o Gauchão é o campeonato com os times mais tradicionais do Brasil em 2017. MG e RS se destacam nesta conta, podendo variar a “liderança” a depender dos clubes que sobem ou descem. Vemos que este ano apenas Passo Fundo e o incaível Veranópolis destoam da grande tradição dos outros clubes do Rio Grande do Sul.

E o menos tradicional?

Analisando as médias dos campeonatos segundo o critério de possuir um representante ao menos na Série A, vemos que o campeonato “menos tradicional” é o Paranaense, com uma média de 1974,67, apesar da grande tradição de clubes como o Coritiba, o primeiro verdão do Brasil, a grande quantidade de clubes montados no século XXI, que costumam muitas vezes ser taxados de “clubes-empresa”, acaba subindo a média paranaense. Dos participantes de 2017, mais de 50% foram fundados após 1990.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Copa do Brasil 2014: Ceará 3X4 Botafogo

September 4th, 2014 | 13 Comments | Filed in Botafogo, Ceará, Copa do Brasil 2014

Por TAÍS LOUREIRO

Grande-Estrela-menor

Tem coisas que só acontecem com o Botafogo…

Um verdadeiro teste pra levantar defunto da tumba… Castelão mal assombrado, só pode!

Foi aquele mesmo time desajeitado de sempre, que nos irrita profundamente, parecendo preguiçoso, mole demais por conta do velho problema dos salários. Talvez a maior surpresa tenha sido justamente esta, esse time lutando até, literalmente, a última bola do jogo. Abrimos o placar e ganhamos esperanca, logo depois nos devolveram a realidade… quem é botafoguense sabe ao que me refiro… E quando já não esperávamos mais nada, surgem dois gols. Susto e incredulidade são boas sugestões para definir o momento em que a bomba do Andre Bahia estufa a rede.

Eu acredito no impossível. Eu sou Botafogo.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

A murcha chacota Tricolor

August 14th, 2014 | 4 Comments | Filed in América-RN, Copa do Brasil 2014, Fluminense

A falta total de lógica mata-mateira que é um time eliminado de uma competição jogar outra eventualmente melhor fez com que eu não pudesse vivenciar na PLENITUDE a sapatada que o Flu levou ontem.

A egrégora de torcedores tricolores dividiu-se na desconfiança e pouco reagiu.

Só a eliminação do Santos hoje ressarciria um pouco o direito inequívoco à chacota, mas ainda assim com perda de carga.

Mata-Mata de Mosaico.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Poderei cagar em estádios?

May 4th, 2014 | 49 Comments | Filed in Campeonato Brasileiro 2014, Paraná, Santa Cruz, Sport, Torcidas Organizadas

Beber, já não me deixam mais. Disseram-me que minha cervejinha era culpada da porra toda.

Pelo visto, o próximo passo será me impedirem de cagar.

Arsenal

Arsenal caseiro

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

3ª FFC do BR14: Somos Todos Gado

May 3rd, 2014 | 11 Comments | Filed in Campeonato Brasileiro 2014, Estrutura, Fluminense, Vitória

Ingresso comprado pela internet.

Exigências eram que o mesmo deveria ser retirado na bilheteria do estádio apresentando-se cartão de crédito com que foi comprado, identidade do comprador e uma merda de um papel impresso e assinado pelo próprio. Em 2014 no Rio de Janeiro.

Chegando com mais de 1 hora de antecedência, uma fila cavalar para retirada de ingressos, e outra para ingressos vendendo na hora do jogo.

Fiquei na minha fila até o momento em que já tinha dados o suficiente para mensurar que só entraria no intervalo, mesmo tendo comprado o ingresso (com taxa de conveniência) alguns dias antes, e estando em 2014 quando qualquer catraca escrota lê a merda de um cartão de crédito.

Dei uma volta ouvindo os preços dos cambistas, que só pelo fato de existirem quando a bilheteria ainda tem ingressos disponíveis já mostra o non-sense da coisa, e piquei a mula de volta para casa.

Ainda deu tempo de ver o serviço pago da Sky pelo iPad não funcionar, mas ligar pelos subterrâneos piratas da internet e ver o Vitória fazer seu segundo gol e um impedido Wagner diminuir para o Fluminense.

O Fluminense perdeu hoje para o Flamengo porque sou rancoroso e roguei praga para que perdesse mesmo. Na próxima rodada, contudo, acatarei a vocação para gado que tem o Brasileiro e o Torcedor de time de futebol por aqui permitindo que o time de Cristóvão volte a sua programação de vitórias sobre os Flamengos até a confirmação do título de campeão brasileiro de 2014, que ocorreu há uma rodada atrás com o futebol esplendoroso jogado contra o Flamengo Italiano no Pacaembu.

Saudações Tricolores (quem não gostar que entre na fila e aguarde para reclamar)

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

NORDESTÃO EUGENISTA

January 22nd, 2014 | 14 Comments | Filed in Flamengo, Miscelânia, NE

O eugenismo flamengal deu um importante passo nas palavras de seu presidente hoje. Eduardo Bandeira de Mello anunciou para o Brasil sua pontinha de desejo em ver o rubro-negro na competição REGIONAL.

http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2014/01/1400724-flamengo-quer-jogar-copa-do-nordeste-diz-presidente.shtml

“Não vejo problema com isso. O Flamengo é um clube nacional, disparadamente o de maior torcida do país, tem mais torcedores fora do que dentro do Rio de Janeiro. Das 27 unidades federativas, é o time mais popular em 24”

Sem duvida, o Flamengo é o Nordeste. Isso pode ser comprovado na Copa União Camisal paulista, onde graças aos nordestinos em sua capital (vulgo São Paulo) liderou a competição do início ao fim e sagrou-se com o título.

Seria o Flamengo a AUSTRÁLIA do balípodo tupiniquim? O ISRAEL do ludopédio nacional? Não sei em que situação o campeão intercontinental se encaixa, mas fica à mostra a pontinha de DIREITO DIVINO que os preto-vermelhos possuem em relação ao seu clube, e ele ir até o Nordeste para ATROPELAR (a geografia, não os adversarios) tudo isso é visto como algo normal.

O facto (com C eterno) já gerou reações. Vejamos algumas:

http://blogs.diariodepernambuco.com.br/esportes/?p=94670

http://tribunadoceara.uol.com.br/blogs/fernando-graziani/copa-do-nordeste/ideia-flamengo-de-querer-jogar-copa-nordeste-ja-e-uma-ofensa/

https://twitter.com/matos_3/status/426032948748767232

https://twitter.com/Canelada_FC/status/426014611314192386

https://twitter.com/rosyanjosreis/status/426019428841422848
https://twitter.com/rcf1994/status/426010017712459776
https://twitter.com/geral_flamengo/status/425998913842458624

https://twitter.com/lucastmpacheco/status/426033323379400704

O que estaria por trás da maquinação flamenguista? Ganhar a mistaiada? Dar ânimo À VERGONHA DO NORDESTE? Medo de ver o Corinthians superá-lo na única coisa que falta, a Timemania? Ganhar mais dinheiro que o Vasco (ao Nordestão paga mais que a B)? Eugenizar mais firmemente o país? Relembrar apenas os velhos tempos de amistosos Brasil afora?

Não duvido que a LAMPIONS LEAGUE abra uma vaga no futuro para convidados. Quem exclui Maranhão e Piauí pode muito bem aceitar um carioca? Mas os torcedores já não tão manipuláveis, e a torrente de repúdio alcançaria níveis HAVELÂNGICOS, tanto por JORNAS como por torcedores autóctones.

Séééráá, hein????

P.S.: o assunto foi como um peão comido EN PASSANT no jogo de xadrez, de modo que minha “reportagem” (que inclusive utilizou o artifício jornístico de colocar tuiteiros) ficou maior do que qualquer fonte sobre o assunto, ainda apenas um fantasma, mas um fantasma que revela a cabeça dos cabeças da Gávea.

https://twitter.com/lucastmpacheco/status/426033323379400704

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Parasindicato

November 30th, 2013 | 13 Comments | Filed in Campeonato Brasileiro 2013, Estrutura, Náutico

Jogadores de clubes filiados à CBF com salários atrasados. A hora de buscar um acordo para receber seu dindim é agora. Sem salários no Náutico, jogadores queixaram-se com o parasindicato do Paulo André que ameaçou com a paralisação do futebol televisivo se um acordo não fosse firmado.

Jogadores de 700 times no Brasil devem ter mil histórias para sensibilizar o parasindicato a interromper a jogatina no próximo final de semana.

Estaduais e Libertadores em 2014 serão divertidíssimos.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Solução Cartola para o Fluminense

October 29th, 2013 | 1 Comment | Filed in Campeonato Brasileiro 2013, Fluminense, Vitória
É o que resta depois que LELÊ EUZÉBIO reveza na centroavância com Edinho

É o que resta depois que LELÊ EUZÉBIO reveza na centroavância com Edinho

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Vitória 7 x 3 Bahia – Lista auto-explicativa

May 13th, 2013 | 11 Comments | Filed in Bahia, Futebol, NE

Não acompanho o campeonato baiano. Mas a lista com pedido de dispensa imediata de alguns jogadores, feita pela torcida, explica a goleada rubro-negra. Detalhe, o nome do treinador não está incluído. Fato raro.

 

Vale destacar a turma “hospedada” no tricolor baiano:

Marcelo Lomba, Hélder, Titi, Zé Roberto, Souza, Danny Morais, Neto e Toró.

Sem mais.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Copa do Nordeste 2013, Deixa eu ver se entendi…

March 18th, 2013 | 45 Comments | Filed in NE

Então a badalada solução para os clubes do Nordeste, o torneio regional, a Copa do Nordeste, que serviria para acabar com os desinteressantes e pouco rentáveis Campeonatos Estaduais terminou com o Campinense campeão do certame? Sendo o vice o potente ASA?

Em uma intuição rápida e rasteira de quem não viu nada do campeonato, chego a conclusão imediata que os grandes clubes da região trataram o torneio como secundário. E projetando um cenário adiante, já imagino que, NOVAMENTE, os Estaduais prevalecerão sobre os tais regionais.

Porém,  ao contrário do que kfouristas pensam por aqui, acho que os clubes de lá tratam o torneio como complementar. E, de fato, nada impede que Estaduais e Copas do Nordeste co-existam harmônica e pacificamente.

Clássico nordestino

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.