Home   Open-Bar   Trollagem   Bolão   Mercado da Bola   Copa do Brasil   Seleção   NFL   Contato  

Artigos sobre ‘RJ’

O Campeonato Gaúcho é o mais tradicional do Brasil

February 12th, 2017 | 2 Comments | Filed in América, América-MG, Atlético-GO, Atlético-MG, Atlético-PR, Avaí, Bahia, Botafogo, Botafogo-SP, Chapecoense, Clubes, CO, Corinthians, Coritiba, Criciúma, Criciúma, Cruzeiro, Estaduais, Figueirense, Flamengo, Fluminense, Friburguense, Futebol, Goiás, Grêmio, INTERIOR, Internacional, Ituano, Ituano, Linense, MG, Náutico, Números, Palmeiras, Paraná, Ponte Preta, PR, PR, RJ, RJ, RS, RS, Santa Cruz, Santo André, Santos, São Paulo, SC, SC, SP, SP, Sport, Tupi, Vasco, Vitória

Os campeonatos estaduais começaram e uma pergunta não saía do cabeça do uma pessoa do Brasil: qual estadual é o mais tradicional do Brasil?
Pelo sistema de datas, fica fácil demais: o Campeonato Paulista é o mais antigo, de 1902. Mas o que seria dos campeonatos se fossem considerados os times ATUAIS que o disputam, considerando a fundação de cada um, qual seria o campeonato mais tradicional do Brasil, a saber, o que possui os TIMES mais tradicionais? Daí foi ir às contas. Como critério, usei estaduais que tenham, em 2017, que é o ano que nos interessa, um time a menos na Série A do Brasileirão.

Rio de Janeiro:

Bangu 1904
Boavista 2004
Bonsucesso 1913
Botafogo 1904 *
Cabofriense 1997
Campos 1912
Flamengo 1895/1912
Fluminense 1902
Macaé 1990
Madureira 1914
Nova Iguaçu 1990
Portuguesa-RJ 1924
Resende 1909
Tigres do Brasil 2004
Vasco da Gama 1898/1915
Volta Redonda 1976

O Carioca é um dos campeonatos mais tradicionais e um dos mais complexos de fazer a conta. Devido à fundação dos clubes no remo diferir (e estar bem documentada) da do futebol, podemos usar datas de fundação do futebol, como 1911 para o Flamengo, 1918 para o Vasco, etc. Porém, muitos outros clubes no Brasil apresentam datas de fundação controversas, anos no amadorismo, de desfiliação, etc. Portanto, resolvi usar as daas oficiais, menos para o Botafogo, que diferentemente dos co-irmãos cariocas, não apenas introduziu o futebol mais tarde como o fez a partir de um clube associado e posterior fusão.

Média de idade de fundação: 1939,75

São Paulo

Audax 2013*
Botafogo 1918
Corinthians 1910
Ferroviária 1950
Ituano 1947
Linense 1927
Mirassol 1925
Grêmio Novorizontino 2010
Palmeiras 1914
Ponte Preta 1900
Red Bull Brasil 2007
Santos 1912
São Bento 1913
São Bernardo 2004
São Paulo 1935
Santo André 1967

*Foi usado o mesmo critério que com o Botafogo carioca. O Audax foi comprado e passou a mandar os jogos na cidade de Osasco, usando um escudo parecido com o “irmão de fusão” Grêmio Osasco. Creio que foram muitas mudanças para se considerar a continuidade do clube.

Média da idade de fundação: 1949,5

Minas Gerais

América-MG 1912
América-TO 1936
Atlético-MG 1908
Caldense 1925
Cruzeiro 1921
Democrata-GV 1932
Tombense 1914
Tricordiano 2007
Tupi 1912
Uberlândia 1922
URT 1939
Villa Nova 1908

Média: 1928

O tradicionalismo dos times do campeonato mineiro é impressionante. Apenas o Tricordiano destoa, sendo todos os clubes que não ele fundados antes de 1940!

Pernambuco

Afogados 2013
América-PE 1914
Atlético-PE 2006
Belo Jardim 2005
Central 1919
Flamengo de Arcoverde 1959
Náutico 1901
Salgueiro 1972
Santa Cruz 1914
serra Talhada 2011
Sport 1905
Vitória de Santo Antão 2008

Média 1960,583

O Náutico, como o próprio nome indica, entra na mesma situação dos cariocas. A diferença é pouca, já que o Timbu introduziu o futebol em 1905. No entanto, foi considerado o ano de sua fundação global como com seus pares do remo pelo Brasil.

Goiás

Anápolis 1946
Aparecidense 1985
Atlético-GO 1937
CRAC 1931
Goianésia 1955
Goiás 1943
Iporá 2000
Itumbiara 1970
Rio Verde 1963
Villa Nova 1943

Média da idade de fundação: 1957,3

Santa Catarina

Atlético Tubarão 2005
Almirante Barroso 1919*
Avaí 1923
Brusque 1987
Chapecoense 1973
Criciúma 1947
Figueirense 1921
Inter de Lages 1949
Joinville 1976
Metropolitano 2002

Média da idade de fundação: 1960,2

*O Almirante Barroso recebeu o mesmo tratamento dos demais clubes náuticos do Brasil.

Bahia

Atlântico 2000
Bahia 1931
Bahia de Feira 1937
Flamengo de Guanambi 2009
Fluminense de Feira 1941
Galícia 1933
Jacobina 1993
Jacuipense 1965
Juazeirense 2006
Vitória 1899*
Vitória da Conquista 2005

Média: 1965,364

*Vitória com o mesmo tratamento dos clubes de remo cariocas, catarinenses, pernambucanos, etc.

***
Rio Grande do Sul

Brasil 1911
Caxias 1935
Cruzeiro 1913
Grêmio 1903
Internacional 1909
Juventude 1913
Novo Hamburgo 1911
Passo Fundo 1986
São José 1913
São Paulo-RS 1908
Veranópolis 1992
Ypiranga 1924

Média: 1926,5

Por muito pouco, a média de idade de fundação dos clubes gaúchos supera a dos mineiros em pioneirismo e assim sendo, o Gauchão é o campeonato com os times mais tradicionais do Brasil em 2017. MG e RS se destacam nesta conta, podendo variar a “liderança” a depender dos clubes que sobem ou descem. Vemos que este ano apenas Passo Fundo e o incaível Veranópolis destoam da grande tradição dos outros clubes do Rio Grande do Sul.

E o menos tradicional?

Analisando as médias dos campeonatos segundo o critério de possuir um representante ao menos na Série A, vemos que o campeonato “menos tradicional” é o Paranaense, com uma média de 1974,67, apesar da grande tradição de clubes como o Coritiba, o primeiro verdão do Brasil, a grande quantidade de clubes montados no século XXI, que costumam muitas vezes ser taxados de “clubes-empresa”, acaba subindo a média paranaense. Dos participantes de 2017, mais de 50% foram fundados após 1990.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

No meio do caminho havia uma Barriga

June 28th, 2015 | 4 Comments | Filed in Campeonato Carioca 1995, Fluminense

Há 20 anos o Fluminense campeonava o badalado Carioca de 1995 contra o Flamengo de Romário, Branco e Luxemburgo, o Botafogo de Túlio e, vá lá, o Tricampeão Vasco de Valdir Bigode.

Botafogo e Flamengo rivalizavam as atenções não apenas nos dois turnos iniciais como no 1º turno do Octogonal. Por bonificações, Flamengo e Botafogo entraram com pontos extras, Vasco não lembro e Fluminense e os demais sem nada.

De cara o Fluminense perdeu um jogo para o Botafogo talvez e empatou outro com o América ficando na 2ª rodada OITO pontos atrás do Botafogo com nove pontos. Daí o Botafogo vacilou contra o América e um outro pequeno e o Fluminense saiu papando os clássicos ficando ali na cola de Fla e Bota que lideravam.

A tabela era planejada rodada a rodada. Pois sim, o octogonal NÃO tinha tabela definida no turno de volta e entenderam que Botafogo x Flamengo deveria ser antes da última rodada apesar dos dois estarem à frente na tabela. O jogo não definia a sorte do Fluminense como um todo, mas o confronto direto com o Botafogo não mais ocorreria. A excepcional partida do goleiro Roger que viria a ser reserva de Rogério Ceni no São Paulo manteve o Flamengo na disputa e o manteve com vantagem sobre o adversário direto na última rodada, o ultra azarão Fluminense. Não houve final naquele campeonato, mas uma última rodada de Pontos Corridos com os postulantes se enfrentando.

Ainda que o campeonato tenha se bipolarizado entre Botafogo e Flamengo com Túlio e Romário brigando pela artilharia e título simbólico de Rei do Rio, a má campanha Tricolor levava um gás nos Fla x Flu. Renato Gaúcho desacreditado vindo de um bizarro Galo de 94 nem jogara muito o campeonato. Poucos gols fez, mas os fez justamente contra o Flamengo. O azarão Fluminense empatou em 0x0 na estréia de Romário com Lima parando o melhor do Mundo e depois só deu Flu. 3×1 no returno com Renato marcando e um prenúncio épico no turno do octogonal com um 4×3 com mais gol de Renato e virada após entrada do carrasco Ézio, o Super Ézio.

A pedra no sapato rubro-negro não era, apesar de uma campanha coadjuvante e precisando da vitória, azarão na “final” porque se tinha um time que batia aquele Flamengo era o Flu do decadente Renato. Romário nunca marcara gol no Fluminense e a Tricoloriedade não temia que marcasse.

A farra e a festa foi imensa na chuva do 1º tempo do Maraca com os 2×0 consagradores selando a 3ª vitória seguida, feito inédito para qualquer um dos times em 100 anos do clássico. Assim seria até o apito final não fosse o expatriado do outro lado, Branco, cobrar uma falta do meio da rua no travessão. Aquele chute empurrou o Flamengo aos seus dois gols e o resto é história que eu me recuso a completar.
A apresentação do plantel campeão após 9 anos de fila deixo por conta dos MC’s de contenção, MC Cadu e MC Marcio Costa.

Saudações Tricolores

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

PREVISÕES FUTEBOLÍSTICAS 2015

January 17th, 2015 | 23 Comments | Filed in Atlético-MG, Blablagolianos, Botafogo, Campeonato Brasileiro, Corinthians, Cruzeiro, Estaduais, Flamengo, Fluminense, Futebol, Grêmio, Internacional, Libertadores, Miscelânia, Mundial de Clubes, Observatório, RJ, UCL, Vasco, Zueira

CBF, Parreira, Felipão e Globo vão insistir em esquecer o 7 x 1
Dunga vai insistir no discurso do comprometimento e bater boca nas coletivas
Eurico Miranda vai continuar com suas bravatas
Estaduais esvaziados, ingressos caros, média baixa de público e audiência em queda
Seleção brasileira continua jogando amistosos caça-níqueis
Gilmar Rinaldi continua falando besteiras
Jogadores, treinadores e a imprensa esportiva reclamam do calendário brasileiro
Vasco luta para não cair novamente à Série B
Botafogo passa sufoco na Série B
Clubes tem receitas bloqueadas na justiça, salários e direitos de imagem atrasados
O decadente Loco Abreu cava publicamente uma vaga no Botafogo e Gustavo Gaburah compra essa ideia
Narrações irritantes do Alex Escobar
Galvão Bueno fala demais e não deixa os comentaristas trabalharem nas transmissões
Milton Neves não consegue mais falar sobre futebol e faz o Terceiro tempo apenas programa de Merchan
Tiago Leifert segue mais idiota como nunca
Luis Roberto não vai segurar nas transmissões seus impulsos homossexuais
Arquibancadas centrais vazias
STJD tira pontos de algum clube
CBF tira o seu da reta e coloca a culpa os clubes pelos erros das inscrições dos atletas
Jogos do Botafogo sem torcida
Diretoria do Grêmio tenta repassar desesperadamente o Kléber Gladiador a todos os clubes brasileiros, inclusive ao seu rival Internacional
Diretoria Cruzeiro não consegue repassar Júlio Baptista e anuncia um pacote extra de jogadores como brinde
Torcedores do Fluminense passam o ano lamentando o fim da parceria com a Unimed
Algum clube perde pontos no STJD
De preferência por escalação irregular, especialmente se for pequeno/medio
Diretoria do Fluminense não consegue segurar seus jogadores e tenta reforçar seu time de advogados no STJD
Leandro Damião irrita os cruzeirenses e a diretoria tenta repassá-lo a outro clube
O irritante lateral Danilo continua titularíssimo da seleção do Dunga
Fora do mercado, Joel Santana volta a fazer comerciais
Pelé fala besteiras
Vasco é vice
Valdívia continua no departamento médico
Time entregando jogo na Copa do Brasil para ir à Sudamericana
Crise no Vasco, Eurico proíbe a entrada da imprensa em São Januário
Diretoria, jogadores e comissão técnica pedem o comparecimento da torcida do Botafogo nos seus jogos
Após o término do estadual, começa a novela da renovação do Léo Moura e o atleta escreve no seu instragam o drama de um ídolo não valorizado pela sua história no Flamengo
Fluminense continua sem zaga
Corinthians empata
Vascaínos fazem chororô sobre a arbitragem
Eurico não deixa ninguém falar nos debates esportivos
Jogadores reclamam do calor
Adriano se apresenta ao Le Havre, fala em volta por cima e toma gosto pela vida noturna francesa
Gaburah clama pela volta do Loco Abreu ao Botafogo
Um brasileiro chega na final da Libertadores, tendo eliminado outro brasileiro para isso
A maior felicidade nacional será a eliminação do Corinthians na Libertadores
Brasil perde a Copa América
Um europeu estupra um sulamericano no mundial de clubes outra vez
O Real Madrid não vence a Champions
Pensando bem, Brasil ganha a Copa América (mas a comemoração não chegará a um décimo da eliminação do SCCP na Libertadores)
Dunga vai continuar vencendo e a imprensa reclamando
Liga Europa e Sulamericana terão finais ineditas
Imprensa revoltada com os estaduais
Dirigentes dos clubes grandes omissos diante das atitudes da CBF
O Corinthians não terá o artilheiro do Brasileirão, nem da Libertadores, nem Copa do Brasil, nem Paulista e nem sequer da Copinha ou Brasileiro Sub-20
Um carioca não ganhará o Brasileirão
Fox Sports contrata alguém da Globo
Tiago Leifert segue mais idiota como nunca
Dunga chama Escobar de cagão (não vai acontecer mais seria sensacional)
Luis Roberto não vai segurar nas transmissões seus impulsos homossexuais
Fluminense vai inventar mais um “torcedor” ilustre na Wikipedia
Algum campeão invicto da Libertadores cai na primeira fase
Globo corta o áudio externo das transmissões do Galvão Bueno a fim de evitar o VTNC uníssono da torcida
Globo privilegia o audio de uma torcida visitante na Copa do Brasil, igual na final Cruzeiro x Atlético
Vascaínos culpam a Globo pela má fase

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Os valores do Prefeito de Niterói

April 13th, 2014 | 11 Comments | Filed in Campeonato Carioca 2014, Flamengo, Vasco
Olhos de lince

Com esse olha aguçado deve enxergar as qualidades de seus colaboradores e empresas prestadoras de serviços pela cidade

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Pleno Pleito ao Direito Divino

March 10th, 2014 | 53 Comments | Filed in Botafogo, Campeonato Carioca 2014, Flamengo, Fluminense, Observatório, Vasco

Fluminense, Flamengo e Vasco (esse aqui eu não achei no site dos caras) estão jogando para galera em umas daquelas infindáveis brigas com FFERJ cheias de blá blá blá com regulamentos, repasses, negociações e tal do negócio que frequentam há mais de século.

Sem me alongar, seu JORNAS favorito (e o mais odiado também, porque em verdade será qualquer JORNAS) irá apoiar Fluminense, Flamengo e Vasco e ainda vai ficar a cornetar o Botafogo por não serguir a manada revolucionária que nada revoluciona. Só que isso pouco me importa, é problema de quem a essa altura ainda segue gurus.

O que me importa tão somente é registrar por aqui um pedacinho da demanda do trio Eugenista, sem me preocupar com os pormenores, de mais um pouco de Eugenismo oficial.

Direito Divino

Determinismo

Eu, Eugenista futebolero convicto apoio, especialmente porque acho que meu time é um dos mais beneficiados no Brasil com essa cultura Eugenista determinista de 12 Grandes. Só quero saber como fazem para dormir o sono dos justos a turma moralista que brada por critérios técnicos com o malfadado e casuístico Estatuto do Torcedor (aplicável somente em determinadas demandas e para o futebol) e que por certo para baterem na Federação (que é um inimigo deveras conveniente) apoiaram o pleito Eugenista que relega os nanicos a grandes centros de formação de atletas e descoberta de novos talentos.

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Chip na bola só é necessário em caso de dúvida

February 17th, 2014 | 54 Comments | Filed in Campeonato Carioca 2014, Flamengo, Vasco

Quando existe dúvida se a bola saiu de campo lá no Marieta, eu digo o que vi independente do time em que eu esteja jogando. Em algumas ocasiões, contudo, digo “não sei” já que não consegui ver com precisão necessária para dirimir a grande dúvida: foi gol ou não?

Não é incomum em alguns lances que fique todo mundo com cara de bunda sem saber direito o que ocorreu. Nessas horas, só algum recurso além da tradicional visão, marcações em campo, consenso da rapaziada e regra tácita que na dúvida para defesa. Pessoal da “de fora” não apita em nada pois os putos cagam para a partida e só apontam soluções pró-empate para saírem as duas equipes.

Fosse eu goleiro do Flamengo, dúvidas não haveriam pois por certo teria defendido o chute de Douglas. Contudo, caso meu papel fosse o de capitão do time, como é o de Leonardo Moura, é bem provável que gol tivesse sido validado uma vez que formada a confusão, não tivesse eu mesmo visto que a bola tinha entrado, teria perguntado ao goleiro Felipe, que apesar de ser uma cavalgadura, deveria, além de ser o mais bem posicionado entre todas as pessoas do Mundo aptas a ver o lance,  ter o QI elevadíssimo para acompanhar a trajetória completa da bola tendo em vista o cargo que ocupa e a experiência por repetição em treinos e jogos de lances como esse.

Sendo capitão e obtendo a palavra de meu goleiro, seria fácil avisar ao árbitro que a bola teria entrado e o jogo deveria seguir Vasco 1×0 Flamengo.

Todavia, essa é a ética do Futebol do Marieta, evidentemente diferente da ética do Futebol Eugenista. Sem prejuízo da normalidade entre seus pares, Leonardo Moura e Felipe colocaram o costume debaixo do braço, citaram o Pequeno Príncipe Mario Bittencourt e segue o jogo. É o regulamento.

gol douglas vasco x flamengo

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Botafogo Campeão de absolutamente TUDO no Estado do Rio de Janeiro em 2013

May 5th, 2013 | 126 Comments | Filed in Botafogo, Campeonato Carioca 2013, Fluminense, RJ

BOA NOITE, MUNDO!!

O CARA

Talibãs tricolores?

FOGO neles!

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

“Estadual não é parâmetro”

April 9th, 2013 | 50 Comments | Filed in Estaduais, Números, RJ

Indicadores: Campeão Carioca e sua colocação no brasileiro do mesmo ano, Ceteris paribus.

"me engana que eu gosto"

Fonte: Site Bola Na Área

Não é parâmetro? “me engana que eu gosto”

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

RJ13: Momentos de definição do Ranking BBG Eugenia

April 7th, 2013 | 10 Comments | Filed in Botafogo, Campeonato Carioca 2013, Flamengo, Fluminense, Números, Vasco

(ou Porque Vasco pode não lanternar e Flamengo ainda ser vice Estadual)

Já gostaria de começar a completar minha tabela do Ranking Eugenia, mas ainda segue indefinida a ordem dos Eugenistas no Campeonato Estadual.

Com 9 pontos para disputar na Taça Rio o Vasco não alcança mais Flamengo e Fluminense na classificação geral. Entretanto, ainda há chances do Vasco se classificar para as semifinais da Taça Rio e ficar à frente até do Botafogo que já tem garantido 7 pontos no Ranking por ser finalista do campeonato como um todo.

Priorizando a Copa do Brasil, Flamengo eliminado é o único impossibilitado de almejar os 8 pontos no ranking via Estadual. Com seus 7 pontinhos no bolso, Botafogo também tem a primazia de ter garantido algo além dos 5 pontos, uma vez que qualquer um dos outros 3 pode ficar em 4º no ranking. O Fluminense ainda pode ser eliminado em seu grupo por 2 times entre Resende, Boavista e Audax, ficar atrás do Flamengo na classificação geral e ver o Vasco finalista do campeonato em caso de conquista cruzmaltina da Taça Guanabara.

Improváveis possíveis campeões

Improváveis possíveis campeões

Resumindo em tabela, as pontuações possíveis não permitem qualquer preenchimento da planilha do ranking:

  • 8 pontos: Botafogo ou Fluminense ou Vasco
  • 7 pontos: Botafogo ou Fluminense ou Flamengo ou Vasco
  • 6 pontos: Flamengo ou Fluminense
  • 5 pontos: Vasco ou Flamengo ou Fluminense

O senso comum (erroneamente e enganosamente chamado bom senso) aponta, no entanto, para as seguintes pontuações prováveis e a vontade inexorável de cravar 5 pontinhos para o Vasco da Gama:

  • 8 pontos: Botafogo ou Fluminense
  • 7 pontos: Botafogo ou Fluminense ou Flamengo
  • 6 pontos: Fluminense ou Flamengo
  • 5 pontos: Vasco

 

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.

Quem contratar com a grana da Adidas?

April 2nd, 2013 | 35 Comments | Filed in Campeonato Carioca 2013, Flamengo

JORNAS defendem austeridade franciscana ao mesmo tempo que clamam por investimentos na equipe, a saída retórica deles é que clubes garantam 100% de acerto nas contratações e demissões, e para todos os times é claro.

O Flamengo de Bap e sua turma que não entra para perder vai colocar a mão na bufunfa da Adidas e SAULOS já querem torrá-la, mas sem a falta de responsabilidade das gestões anteriores.

Se o Flamengo está em fase ruim, isso deve aos desmandos e a falta de responsabilidade das gestões anteriores. O jeito é pagar dentro das atuais possibilidades, limpar o nome perante aos credores e esperar o acerto com os novos patrocinadores. Não adianta assumir compromissos sem ter garantias e um elenco cheio de insatisfeitos. Nenhum drama, a verba da Adidas vai entrar neste mês e as contratações devem chegar.

Eu sugiro Felipe, Serginho sugere Casalberto e Gaburah não se incomodaria com um assédio a OdeO. Mas não somos rubronegristas, nem imparciais para sugerir qualquer coisa que seja. Quais são as sugestões de nomes dentro das tais atuais possibilidades disponíveis no mercado para indicar ao Bap e sua turma que não entra para perder?

Adidas rubropreta

Adidas rubropreta

Você pode receber nossos artigos de graça pelo seu e-mail. Apenas inscreva-se pela caixa abaixo.